sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Campanha de Solidariedade - 2008

 


“SOLIDARIEDADE AMIGOS,
NÃO SE AGRADECE, COMEMORA-SE!”
Herbert de Souza, o Betinho


É com estas palavras do saudoso Betinho, que estou aqui para avisar a toda a comunidade interna da E. M. Dilermando Cruz, que a Campanha da Solidariedade de 2008 foi um SUCESSO.
 
E o SUCESSO só foi possível graças à colaboração e solidariedade de todos os membros de sua comunidade interna, ainda mais, se levarmos em consideração que vivemos numa sociedade caracterizada, em sua grande maioria, pelo individualismo e egoísmo.
Estou só agora publicando e divulgando todo o processo da referida Campanha no Blog e sob a forma de cartazes na referida Unidade Escolar devido o atraso da entrega das autorizações de imagem por parte de alguns alunos.
Tal como aconteceu no ano passado, os alunos da atual Turma 1701 recomeçaram, em 2008, a Campanha e provaram que a Solidariedade foi ensinada, tendo tido sua semente lançada e semeada à partir da prática de uma antiga professora do segundo Ciclo de Formação da nossa Unidade Escolar.
 
A semente foi plantada e semeada com muito sucesso... Daí, o envolvimento maior dos membros da nossa Comunidade Escolar este ano.


H I S T Ó R I C O

Há três anos, a professora Eliane de Castro Santos iniciou uma campanha para arrecadação de latas ou sacos de leite em pó, caixas de gelatina vermelha e brinquedos usados para o Hospital Mário Kroeff, localizado na Penha (RJ). A campanha foi um sucesso, repetindo-se no ano subseqüente (2006).
 
Ano passado, em 2007, os alunos da referida professora ingressaram no 6º ano do 2º Ciclo (antiga 5ª série) e, sem a interfer6encia direta desta, tomaram a iniciativa própria de engendrar uma nova Campanha para arrecadação de alimentos e brinquedos, com os mesmos objetivos.
 
Na época, como eu era professora-representante da turma, os alunos solicitaram o meu apoio. O convite foi prontamente aceito, pois além do projeto estar representando uma ação nobre, ele me foi traduzido como o próprio desenvolvimento da semente, plantada, pela antiga professora do “Primário”.
 
Em 2007 foram realizadas duas Campanhas, porém o período de arrecadação de ambas foi muito curto. A primeira coincidiu com o período dos Jogos Internos da Escola e, além disso, calhou do preço do leite em pó estar em alta.
 
A segunda coincidiu com o período final do ano letivo, das provas, da formatura das turmas do último ano, entre outras situações internas à U.E. No entanto, apesar disso tudo, o total arrecadado foi satisfatório.
 
As doações foram destinadas a duas Instituições:


. Hospital Mário Kroeff - Penha (http://www.mariokroeff.org.br/)

. Casa de Apoio à Criança com Câncer - São Vicente de Paulo - Irajá (http://www.casaapoiocancer.org.br/).

As doações foram entregues por dois grupos, formados por diferentes segmentos da Comunidade Escolar (alunos, professores, funcionários e responsáveis), sendo que cada qual se dirigiu a uma das Instituições.



CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE – 2008


A Campanha deste ano iniciou de forma um pouco diferente, pois foi realizado também um Concurso de Desenho, aberto a toda a Comunidade Escolar, para escolha do Logotipo da Campanha de Solidariedade. O Concurso foi divulgado, inclusive, aqui, no Blog.
 
A definição de um Logotipo se fez necessário, uma vez que o sentimento solidário semeado nos corações dos alunos se expandiu muito e tomou conta de tantos outros, fazendo a Unidade Escolar ser reconhecida como uma Escola Solidária.



Imagens cedidas pela aluna Vitória Moraes - 2008
Data impressa incorreta




Nesta I Campanha do ano de 2008, o total arrecadado foi:

. 762 Caixas de Gelatinas;

. 38 Sacos e/ou Latas de Leite em Pó;

. 297 Brinquedos (boas condições de uso);

. 02 Peças de Roupas e

. 03 Acessórios (mochilas e sacola).


Produtos alimentícios e brinquedos arrecadados
Imagens cedidas pela aluna Vitória Moraes - 2008
Data impressa incorreta



A participação e o envolvimento da Professora Eliane de Castro Santos e de seus alunos (turmas 1301 e 1501), nesta Campanha, merecem destaque especial, pois só eles são responsáveis pela doação de 450 caixas de gelatinas do total arrecadado.

Mas, assim como eles, todos que participaram e abraçaram a Campanha merecem o reconhecimento e agradecimentos, pois fizeram a DIFERENÇA em uma sociedade ainda muito marcada pelo egoísmo.

A palavra que encerra o lado oposto do egoísmo é o Altruísmo, considerada como sinônimo de Solidariedade.

Segundo a Wikipédia, esta expressão foi criada pelo filósofo francês Augusto Comte, em 1830, para definir "o conjunto das disposições humanas (individuais e coletivas) que inclinam os seres humanos a se dedicarem aos outros".

Sendo assim, pode-se afirmar que, felizmente, as atitudes altruístas vêm sobressaindo e caracterizando, cada vez mais, a nossa Comunidade Escolar. E estas vêm sendo verificadas não apenas em termos de donativos (produtos), mas em atitudes também.

A data da entrega das doações foi no dia 19 de julho (sábado), dia em que se comemora o Dia da Caridade.
Não tivemos a participação de responsáveis nos dois grupos formados, mas as equipes – bem representativas – cumpriram com os seus devidos deveres.

Para o Hospital Mário Kroeff, no bairro da Penha, foram as alunas Bruna Kely, Sarah Alessandra e Karlla Rodrigues, a nossa Diretora Angela Gaeta e eu, profa Marli Vieira.



Hospital Mário Kroeff
Imagem do meu acervo particular - 2008
O outro grupo, formado pelas alunas Vitória Moraes, Victória da Silva e Tamiris Neves, além das professoras Sueli Vieira e Maria da Graça Cruz (equipe da Direção), foram para a Casa de Apoio à Criança com Câncer, localizado no bairro de Irajá.
 
No local estava acontecendo uma festa, patrocinada por um grupo de voluntários. O grupo da escola, inclusive, demorou ao retornar, pois gostaram muito do evento.

As alunas Vitória, Tamiris, Victória e a Profa. Graça
na Casa de Amparo à Criança com Câncer
Imagem cedida pela aluna Vitória Moraes - 2008


Parentes das crianças em tratamento no Rio
Ao fundo, as professoras Graça e Sueli Vieira
Imagem cedida pela aluna Vitória Moraes - 2008

Festividade promovida por um grupo voluntário
Imagens cedidas pela aluna Vitória Moraes - 2008
Ambas as Instituições assinaram um documento nosso com a relação dos produtos doados e o quantitativo. O Hospital Mário Kroeff enviou-nos, também, uma carta de agradecimento, já que no dia fomos atendidos por um outro funcionário (da manutenção), por ser sábado e, não, do Setor de Captação de Recursos Externos, como é o habitual.

No final do ano será realizada outra Campanha e esperamos contar, mais uma vez, com o apoio e a solidariedade de toda a Comunidade Escolar.

Parabéns a todos! Pois a diferença foi feita e desta estamos construindo uma
Escola mais Solidária...

CONCURSO DO LOGOTIPO DA
CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE
Apesar de o Concurso ter sido aberto a toda a Comunidade Escolar e tendo um número de inscrições elevado, o quantitativo de desenhos recebido até o dia 27 de junho (último dia para a entrega) foi de apenas vinte e três (23) produções artísticas, cuja representatividade se deu da seguinte forma: 22 (vinte e dois) alunos e 01 (um) professor.

No dia 01 de julho foi iniciado o processo de sufrágio através da exposição dos desenhos, devidamente enumerados, no Refeitório da escola, para apreciação de cada turma e escolha através do voto em urna.


Desenhos expostos na parede do Refeitório
Imagem do meu acervo particular - 2008


Seguindo as normas pré-estabelecidas, só o corpo discente teve direito ao voto, com registro de assinatura em ficha de controle, que foi realizado no local e/ou em sala de aula junto com o professor (principalmente no caso dos anos iniciais).

No entanto, dois alunos do terceiro Ciclo reclamaram que os seus respectivos desenhos não se encontravam entre os trabalhos expostos, na parede. Em razão disso, o processo eleitoral foi cancelado. Todos os votos foram invalidados e a eleição foi transferida para o dia 03 de julho.

Cumprindo o prazo reconstituído, no dia 03 de julho (5a feira), com os referidos desenhos agrupados, foi realizada a exposição dos desenhos e os procedimentos para o pleito eleitoral.

Tivemos um outro problema, pois um destes últimos desenhos se encontrava fora das Normas do Concurso (imagem já pré-existente). Diante disso, esta foi retirada da exposição e o seu autor devidamente informado.

O novo processo eleitoral transcorreu, normalmente, com apenas 22 desenhos. Os trabalhos foram expostos, pela manhã, na parede do Refeitório da Unidade Escolar, onde o corpo discente, enfileirado por turma, observou cada desenho concorrente e, logo depois, votou, depositando o seu voto na urna.

Turma sendo conduzida para votar no Refeitório
pela aluna Victória da Silva
Imagem do meu acervo particular - 2008



Apreciação e análise dos desenhos pelos alunos
Imagens do meu acervo particular - 2008


Os desenhos foram numerados de 1 a 22, ficando omitidos os nomes de seus respectivos autores.
 
A urna foi confeccionada sob uma caixa-arquivo devidamente identificada e lacrada com fita adesiva.

Em termos de organização do espaço e o próprio desenvolvimento do processo eleitoral, merecem destaque as alunas da turma 1701 (Bruna Kely, Juliana Pereira, Sarah Alessandra, Tamiris Neves, Thaynara dos Santos, Victória da Silva e Vitória Moraes) e as alunas da turma 1703 (Ana Carolina Pereira e Monique Martins Tricarico), que contribuíram, entre outras coisas, na preparação da urna (improvisada sobre uma caixa-arquivo).



Votação e depósito na urna
Imagem do meu acervo particular - 2008

Além destas, vale destacar os alunos do primeiro e segundo Ciclo, que demonstraram verdadeira responsabilidade cidadã, apesar da pouca idade.

A votação foi suspensa na hora do recreio e durante o intervalo entre o primeiro e o segundo turno (horário do almoço).

A apreciação dos desenhos e o sufrágio, no segundo turno, ocorreram no pátio da escola, uma vez que a distribuição de merenda no Refeitório, pela manhã, prejudicou muito o processo eleitoral.





Processo eleitoral realizado no pátio no segundo turnoImagem do meu acervo particular - 2008

Muitos alunos não participaram do processo eleitoral, uma vez que algumas turmas estavam realizando prova ou praticando atividades de Educação Física.

A votação foi encerrada minutos antes do término do segundo turno, quando se deu o início da apuração dos votos, no próprio Refeitório, sob a minha coordenação e de dois alunos da turma 1901, os quais atuaram como testemunhas e auxiliaram na contagem dos votos (Mayara Bezerra de Lima e Alex Mendes).

Devido o adiantado da hora e a quantidade elevada de votos ainda a ser apurado, as professoras Márcia Ruggi (Coordenadora Pedagógica) e Maria da Graça Cruz (Equipe de Direção) lacraram a urna e guardaram em local apropriado para a retomada da contagem no dia seguinte.

No dia seguinte, 06 de julho, prosseguiu-se com a contagem dos votos e, após o término da apuração, bem como do registro da mesma, foi divulgado o resultado do sufrágio e a autoria do desenho vencedor, sob a forma de cartaz, no pátio interno da Unidade Escolar.

Mil (1000) alunos participaram da eleição, representando trinta e uma (31) turmas, cujo resultado foi:

966 votos válidos (cerca de 97%);
32 votos inválidos/nulos (32%) e
02 votos em branco (0,2 %).

Os cinco desenhos mais votados e seus respectivos autores foram:

Primeiro Lugar: Kalina Matias da Silva (Turma 1902), com 366 votos (desenho no 08);
Segundo Lugar: Márcia Raposo (Professora - Sala de Recursos), com 111 votos (desenho no 09);
Terceiro Lugar: João Felipe L. Silva (Sala de Recursos), com 96 votos (desenho no 05);
 
Quarto Lugar: Bruna Silva Carvalho (Turma 1801), com 78 votos (desenho no 16);
 
Quinto Lugar: Igor Ricardo de A. Daltro (Turma 1902), com 76 votos (desenho no 10).



Desenho Vencedor - Kalina Matias (Turma 1902)




Documentos entregues às Intituições










Documento recebido do Hospital Mário Kroeff

Nenhum comentário: