domingo, 30 de maio de 2010

Mensagem: O Cão Velho, o Leopardo e o Macaco


No ritmo da Copa do Mundo no continente africano (África do Sul)...



Imagem capturada na Internet (Fonte: Colorir Desenhos)




O Cão Velho, o Leopardo e o Macaco

Uma velha senhora foi para um safári na África e levou seu velho cão com ela.

Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.

Vagueando a esmo, à procura do caminho de volta, o velho cão percebeu que um jovem leopardo o tinha visto e caminhava na sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço...

O cachorro velho pensou:

- Oh, oh! Estou mesmo enrascado!

Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de se apavorar ainda mais, o velho cão ajeitou-se junto ao osso mais próximo, e começou a roê-lo, dando as costas ao predador.

Quando o leopardo estava a ponto de atacar, o velho cachorro exclamou bem alto:

- Este leopardo estava delicioso ! Será que há outros por aí?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspendeu o seu ataque, já quase começado, e esgueirou-se na direção das árvores.

- Caramba! - pensou o leopardo, - essa foi por pouco ! O cão velho quase me apanhava!

Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria o predador que o cão não tinha comido leopardo algum....

E assim foi, rápido, em direção ao leopardo. Mas o velho cachorro viu-o a correr na direção do predador em grande velocidade, e pensou:

- Aí tem coisa!

O macaco alcançou o felino, cochichou-lhe o que lhe interessava e fez um acordo com o leopardo.

O jovem leopardo ficou furioso por ter sido feito de parvo, e disse:

- Macaco! Sobe para as minhas costas, para veres o que acontece com quem se arma em esperto comigo!

Agora, o velho cão via um leopardo furioso, a vir na sua direção, com um macaco nas costas, e pensou:

-E agora, o que é que eu posso fazer?

Mas, em vez de correr (sabia que suas pernas doridas não o levariam longe...), o cachorro sentou-se, mais uma vez dando costas aos agressores, fazendo de conta que ainda não os tinha visto, e quando estavam suficientemente perto para o ouvirem, o velho cão disse:

- Mas afinal onde está o raio daquele macaco? Estou a morrer de fome! Ele disse que ia trazer outro leopardo para mim e nunca mais chega!



Moral da história: Idade, experiência, sensatez e habilidade sempre sobrepõem-se à insensatez e ao nervosismo.

Não importa a idade, mas – em geral – com o passar dos anos a cautela, a experiência e a maturidade nos fazem ser mais sábios. Sabedoria e idade sempre andam juntas. Não desdenhe e nem subestime os mais velhos.

4 comentários:

Tamiris [1901] disse...

Gostei professora. Ele usou tudo o que já tinha vivido para não poupar sua vida, e deu certo.

Marli Vieira de Oliveira disse...

A habilidade em driblar certas dificuldades vem da ponderação (cautela), da calma e experiência (onde a sabedoria prevalece).

Beijos

Priscila disse...

Rs´...
Gosteii !

Marli Vieira de Oliveira disse...

Que bom, Priscila! Fico feliz por saber que você tem visitado e lido algumas postagens do Blog.

Beijos