sábado, 9 de outubro de 2010

Bonsucesso: Roubo da Escultura Mulher da Luz

Imagem capturada na Internet (Fonte: Notas e Destaques)





Para minha surpresa, hoje, li no jornal que a escultura do chafariz da Praça das Nações, em Bonsucesso, município do Rio de Janeiro, foi roubado.

O registro do seu desaparecimento foi feito, ontem, na 21ª Delegacia de Polícia, em Higienópolis, bairro próximo a Bonsucesso.

A Gerência de Monumentos e Chafarizes que constatou o desaparecimento da escultura. Ciente do ocorrido a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, através do seu representante Carlos Roberto Osório, notificou a ocorrência ao subsecretário de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança, Rivaldo Barbosa, que acionou a Polícia Civil.

A escultura intitulada Mulher da Luz, fabricada em ferro fundido, era parte integrante do chafariz localizado na referida praça. Ela ficava no topo do chafariz, tendo 1,80 m de altura e o peso de cerca de 250 Kg. O seu nome deriva do fato desta segurar, com o braço direito levantado, um globo para iluminar a praça.

O chafariz se encontra situado de frente à Av. Paris, uma das principais vias de acesso à Av. Brasil, onde se localiza a UNISUAM e suas dependências, bem como à linha férrea (Leopoldina), do outro lado.

De acordo com Rio Antigo, o chafariz, também em ferro fundido, foi fabricado, em 1908, pela Companhia Nacional de Fundição para uma Exposição Nacional, que ocorreu no mesmo ano.

Em seu conjunto, o chafariz é composto por duas bacias, tendo - no centro destas - uma coluna com diversos elementos ornamentais, na qual sustentava – em seu topo – a referida figura feminina (Mulher da Luz), que foi roubada.

O chafariz foi instalado, primeiramente, na Praia Vermelha (Urca), sendo transferido para o bairro de Bonsucesso, em 1936, justamente para a Praça das Nações por ocasião da comemoração à urbanização do local.

Este não é o primeiro ou o segundo caso, mas há diversos registros de peças, esculturas e de partes de monumentos, fabricados em ferro fundido, que foram roubados. Em geral, eles são derretidos e vendidos posteriormente.

Espero que o caso da Mulher da Luz seja esclarecido e a escultura seja, logo, encontrada e recolada em seu devido lugar.

Fontes:

. Jornal O Globo ( 09/10/2010 - página 23);

. Notas e Destaques;

. O Dia On Line;

. Rio Antigo;

Nenhum comentário: