terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Final de Ano: Momento de reflexão quanto aos erros e acertos



Imagem capturada na Internet (Fonte: Coloriages_Educol)



Como já havia comentado com algumas pessoas, inclusive, neste espaço, estive ocupada com as últimas correções de provas e trabalhos, com os lançamentos das médias e da frequência nas planilhas da escola, bem como a atualização dos diários.

Tive também Conselho de Classe na última quarta feira (o1/12) e, nas outras duas escolas estaduais ainda terei, uma será amanhã (Ensino Médio) e a outra, noturno, na semana que vem.

Os alunos da rede municipal souberam do resultado final na quinta feira passada e, mais uma vez, um fato me chamou a atenção: muitos alunos não acompanham a evolução (ou retrocesso) do seu desempenho escolar. 

É evidente que não são todos, mas um grupo significativo demonstra total descaso com o seu processo educativo e, em razão disso, o resultado final - já previsível - parece ser algo inesperado para ele.

Pode até ser que muitos utilizem a arte de interpretação para passar uma imagem de "desfavorecido de causas desconhecidas", mas todos já sabiam das consequências quanto à manutenção de uma postura descomprissada com a educação e, pior, com o seu processo de ensino-aprendizagem.

Não quero entrar em discussão sobre os fatores que implicam no sucesso e/ou insucesso escolar. Alguns consideram que os fatores internos são os únicos responsáveis, outros acreditam que são os externos e há, ainda, um terceiro grupo que avalia e credita em ambos a responsabilidade por tais processos.

Eu concordo com o terceiro grupo.

Tanto aluno com desempenho baixo quanto o outro, classificado como um dos melhores da sala de aula, não souberam dar uma resposta coerente quanto ao seu respectivo desempenho escolar. Ambos, após serem indagados, responderam que “achavam” que iriam passar de ano.

A maioria, no entanto, tem noção e observa atenta sua própria evolução. Eu já avisei às turmas, que no próximo ano, cada aluno vai confeccionar um gráfico de colunas para acompanhar o seu desempenho bimestral na minha matéria, sendo possível visualizar ao final do primeiro semestre se este evoluiu ou regrediu.

A partir desta análise, ele percebe a necessidade eminente de ter de se empenhar mais e projetar estratégias capazes de assegurar sua ascendência na disciplina (participação mais ativa, evitar conversas paralelas, tirar as dúvidas com o professor, a realização das atividades, estudos em grupo, leituras complementares, entre outros).

Exemplo do uso de gráfico. As cores podem ser variadas ou de acordo com o azul (nota igual e superior a média) e vermelha (abaixo da média).
 



Um comentário:

Ailce disse...

Fiquei muito feliz com sua visita e mais feliz ainda de encontrar este blog, muito bem feito e pode se ver com muito carinho.Volte sempre no blog do EJA será sempre bem vinda. Abraços.