domingo, 17 de julho de 2011

Segundo Encontro Presencial do Curso Mídias na Educação - Eproinfo

Na última 6ª feira (15/07), às 13 horas,  foi realizado - no Salão Azul (3º andar)  da Prédio da Reitoria da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) - o segundo Encontro Presencial do Curso Lato Sensu “Programa de Formação Continuada em Mídias na Educação – nível especialização (Eproinfo), com atividade avaliativa.

Ao entrar no ônibus encontrei duas professoras, amigas minhas, a Maria da Penha (mais conhecida como Penha) e a Valéria. Diferentemente de como aconteceu por ocasião do primeiro Encontro (Aula Inaugural), no dia 15 de abril do ano em curso, desta vez, fomos sentadas, pois o ônibus estava vazio. 

Como muitos sabem, a viagem é muito longa. De transporte coletivo, com as paradas para embarque e/ou desembarque mais a do fiscal, o percurso leva mais de 1 hora do bairro da Penha a Seropédia. A distância entre a cidade do Rio de Janeiro e o referido município é de 76 Km.  

Como não haveria de ser, chegamos atrasada. A viagem longa e cansativa foi compensada, quando o ônibus saiu da BR 465  (Antiga Rodovia Rio-São Paulo, Km 47) e entrou no Campus Universitário.


A paisagem e a tranquilidade que esta nos transmite invalidou qualquer efeito de cansaço e, no meu caso - em particular - moveu uma nova vontade, a de ficar mais tempo e aproveitar o máximo do ambiente.

De acordo com fontes de pesquisa (Internet), a UFRRJ é a universidade com o maior campus universitário da América Latina. São cerca de 3.024 hectares e um conjunto arquitetônico de aproximadamente 131.346 m² de área construída.

A atividade avaliativa consistiu na elaboração de um cartaz sobre o tema Bullying, além do detalhamento da proposta - passo a passo  (etapas) - a ser trabalhada  com uma turma.

Como o Módulo 2 do Ciclo Avançado do Curso Mídias na educação diz respeito ao uso de Imagem como recurso de ensino (A Imagem na Mídia Impressa), na elaboração tanto da proposta quanto do cartaz foi enfatizado o uso e a exploração da mesma no processo de ensino-aprendizagem sobre o tema sugerido.

A atividade foi feita em grupos, distribuídos de acordo com os cursistas de cada tutor. Eu, Maria da Penha e a Natalie formamos um dos grupos da tutora Marlene Salete Uberti, enquanto a Valéria foi para outro, pois a sua turma não é a mesma que a nossa e, muito menos, o seu tutor.

Voltamos para casa e tivemos a sorte de encontrarmos o ônibus vazio. Enfim, missão cumprida! Continuei na ativa, pois tive Conselho de Classe, à noite, no C.E. José Marti. 

Vou aproveitar as imagens tiradas do Campus Universitário para divulgar o Portal da UFRRJ para os alunos do C.E. José Marti e C. E. Prof.ª Sonia Regina Scudese. Quem sabe, algum deles se interessa em fazer um curso de graduação na Instituição.

Embora, no curso noturno, a maioria dos alunos trabalha, muitos - ainda adolescentes e sem ocupação profissional - podem se interessar por algum curso. É longe, mas tem alojamento.

Uma de nossas ex-alunas da E.M. Dilermando Cruz cursa a UFRRJ. Eu só não lembro qual é o curso.
Pesquisei na Internet sobre a Instituição. Seu histórico é muito interessante e tem a ver com outras Instituições que a precederam e, ao mesmo tempo, deram bases para a sua criação.

Por ter iniciado com ensino agropecuário, notadamente, a primeira no país, a Unidade é conhecida – historicamente - como Universidade Rural do Brasil.

A sua atual localização, às margens da da BR 465  (Antiga Rodovia Rio-São Paulo) não é a original, uma vez que esta passou - desde a criação do primeiro estabelecimento de ensino agropecuário - por vários endereços e reveses até ter o seu Campus Universitário transferido para local que hoje ocupa.

O conjunto arquitetônico dos seus prédios é muito bonito e, segundo fontes de pesquisa, é em estilo Colonial Espanhol. 

Por ter iniciado com ensino agropecuário, notadamente, a primeira no país, a Unidade é conhecida – historicamente - como Universidade Rural do Brasil.

Sendo assim, sua trajetória histórica se encontra associada à criação da Escola Superior de Agronomia e Medicina Veterinária, instituída em 1910, pelo então, Presidente da República Nilo Peçanha e por Rodolfo Nogueira da Rocha Miranda, Ministro da Agricultura.

Todavia, esta foi fechada dois anos depois da sua inauguração. O seu restabelecimento se deu após o governo fundir a Escola Agrícola da Bahia e a Escola Média Teórico-Prática de Pinheiro, onde se encontram instalados, atualmente, o Campus de Pinheiral e a Escola Agrotécnica Nilo Peçanha.

Nos anos subsequentes, sua história perpassa por várias mudanças de endereço e a incorporação de novos cursos, até que, em 1934, as Escolas Nacionais de Agronomia e Nacional de Veterinária tiveram o regulamento comum aprovado e se tornaram estabelecimentos-padrão para o ensino agronômico do País.

Em novembro de 1936, uma Portaria Ministerial tornou as Escolas independentes, com a aprovação de seus próprios regimentos.

Dois anos depois, em 1938, por efeito de Decreto-Lei (nº 982), a Escola Nacional de Agronomia passou a integrar ao recém-criado Centro Nacional de Ensino e Pesquisas Agronômicas (CNEPA), enquanto a Escola Nacional de Veterinária ficou sob a subordinação direta do Ministro do Estado.

Em dezembro de 1943, com a reorganização do Centro Nacional de Ensino e Pesquisas Agronômicas (CNEPA) nasceu a Universidade Rural, a qual abrangia - na época - a Escola Nacional de Agronomia, a Escola Nacional de Veterinária, Cursos de Aperfeiçoamento e Especialização, Cursos de Extensão, Serviço Escolar e Serviço de Desportos.

Um ano depois, os novos cursos de Aperfeiçoamento, Especialização e Extensão foram unificados, assim como foi criado – ‘a semelhança do que se tem hoje - o Conselho Universitário.

Com a consolidação de novos cursos e serviços, a Universidade Rural transferiu o seu campus para as margens da atual BR-465 (Antiga Rodovia Rio-São Paulo), onde - até hoje - permanece.

Esta passou a ser chamada de Universidade Federal Rural do Brasil à partir de 1963, com a aprovação do Decreto nº 1.984. No entanto, dois anos depois, sua denominação novamente foi alterada, sendo trocada para Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Para saber, com maiores detalhes, o histórico da UFRRJ, acessem o endereço do Portal da referida Universidade (basta clicar, AQUI!).

Através do Portal da UFRRJ, vocês podem ter acesso aos Cursos de Graduação, de Pós-Graduação e de extensão, que são oferecidos pela Instituição. 



Imagem do meu arquivo particular (2º Encontro/2011)



Imagem do meu arquivo particular (julho/2011)



Imagem do meu arquivo particular (julho/2011)





Imagem do meu arquivo particular (julho/2011)





 Da esquerda para a direita, Penha, eu e Natalie




Valéria, a primeira à esquerda, se juntou ao grupo para nova fotografia



 Eu e Valéria


Eu e Penha



Todas as imagens, abaixo, são do meu arquivo particular e foram tiradas no ano de 2008.








  























Fontes de Pesquisa

. Portal da UFRRJ

. Wikipedia

Nenhum comentário: