domingo, 25 de dezembro de 2011

Final de ano letivo: Formatura do 9º ano

Provas finais, Recuperação, Segunda Época... Além de serem situações previsíveis diante do próprio processo educativo do aluno, todas elas mexem com o emocional. Emocional não só dos alunos e seus familiares, como também de nós, professores. Afinal, o nosso objetivo não é a reprovação e todas as estratégias possíveis, em geral, nós utilizamos a fim de ser evitada esta quadro final.
A avaliação requer muita atenção, pois esta não expressa efetivamente o desempenho escolar do aluno, pois este não deve ser mensurado apenas com base em provas e testes. Mas, o seu emprego nos auxilia em termos de verificação de aprendizagem e, inclusive, do nosso trabalho pedagógico. Daí, a importância de utilizarmos diferentes instrumentos de avaliação, os quais são capazes de fornecer elementos passíveis de subsidiar e/ou complementar o processo avaliativo com as provas e os testes. E, sob este contexto, incluo também a auto-avaliação por parte do aluno. Esta é imprescindível.

Vejamos alguns trechos...
"(...) eu só tiro notas excelentes, notas que dão orgulho para os meus pais, também porque sempre me dedico aos estudos. No começo do ano sempre estudo muito, quase nem brinco para que no final dele, eu descanse sem me preocupar com o número de pontos que devo tirar.” (aluno do 9º ano).

“(...) eu acho que não devo passar para o Ensino Médio, porque acho que estudei muito pouco, acho que deveria ter estudado mais. Mas, por outro lado é até bom, é melhor passar sabendo do que passar não sabendo nada”. (aluna do 9º ano).

“ (...) Eu sou uma aluna bem esforçada, gosto de estudar, de conversar e etc. Gosto tanto de estudar que este ano faço parte do Pelotão da Bandeira 2012, uma coisa que me deixou muito feliz. Nem ligo que me chamem de Nerd ou CDF, pelo contrário, até acho um elogio... (aluna do 8º ano).

“Eu acho que não devo passar para o 8º ano só pelo motivo que eu não faço trabalho de casa e nem de aula. Eu sou muito bagunceiro, brinco muito na sala de aula. Eu só sei conversar na aula e minhas notas são baixas. Não presto atenção na aula”. (aluno do 7º ano).

“(...) tive muitas dificuldades em muitas matérias, mas procurei sempre estudar e me dedicar às tarefas. Prestei atenção e tentei participar de algumas aulas, perguntando quando tinha dúvidas, deixando a vergonha de lado. Tive algumas notas baixas, mas consegui  recuperar, com muita dedicação”. (aluna do 9º ano).

A formatura do 9º ano, ou seja, a colação de grau foi realizado no dia 15 de dezembro (feira), às 9 horas, no Auditório da escola. Muitos alunos, ainda em recuperação, optaram por não participar, na expectativa do resultado final e outros faltaram sem motivo aparente. Não sei precisar quantos estavam ausentes no recinto, mas foram muitos alunos que faltaram ao evento.














Da esquerda para a direita, professores Leandro (Ciências), Alice Costa (Língua Portuguesa), Vera (Matemática) e Fabiana (ex-professora da escola, Língua Portuguesa, que veio prestigiar os seus ex-alunos)

Da esquerda para a direita, professoras Márcia Ruggi (Educação Artística), Ana Cristina (Língua Portuguesa) e Marli Vieira (eu, Geografia)

Diretora Geral, Angela Maria Gaetta

Diretora Adjunta, Nanci Soares





  




















A nova gestão escolar/2012:
Diretora Márcia Ruggi (sentada) e Diretora Adjunta Anna Paulla (em pé)

Nenhum comentário: