domingo, 3 de junho de 2012

Conferência da Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável - Rio + 20

Logo da Rio + 20_ Imagem capturada na Internet (Fonte: ONU Brasil na Rio+20)

Neste mês de junho, o mundo estará representativo em nossa cidade (Rio de Janeiro), tanto de forma presencial quanto a distância... Todos atentos quanto as discussões e decisões globais, que vão acontecer,  em prol de um mundo melhor, no presente e no futuro. Mas, em função de todas as Conferências, Encontros e Reuniões já realizadas sob a coordenação da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a temática ambiental (mudanças climáticas/meio ambiente versus desenvolvimento humano etc.) com os principais Chefes de Estado e Governo, pode-se dizer que pouco foi feito ao ponto de representar mudanças efetivas.

Mais uma vez, a cidade do Rio de Janeiro vai sediar um evento desta categoria e documentos deverão ser elaborados pautados nos principais temas da Conferência, os quais se encontram alinhados ao Desenvolvimento Sustentável (em outra postagem, comentarei a respeito).

Vamos aproveitar e refletir, em termos locais, se nós - enquanto cidadãos responsáveis - também contribuímos para um mundo melhor e fazemos a nossa parte, conservando e zelando pela nossa casa, nossa rua, nosso bairro, nossa sala de aula, nossa escola...  

* Rio +20: título adotado em razão dos 20 anos transcorridos desde a Rio 92 (Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento - CNUMAD);

* Período: 13 a 22 de junho de 2012;

* Países Participantes: 193 (cento e noventa e três);

* Objetivos: todos os países deverão renovar o compromisso político com o desenvolvimento sustentável, após a avaliação dos 20 anos que procederam a Rio 92, em termos do progresso e das lacunas que ocorreram sobre as metas estabelecidas;

* Temas principais:
- A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza;
- A estrutura institucional para o desenvolvimento sustentável.


* Cronograma Oficial:
- 13 a 15/06: III Reunião do Comitê Preparatório, na qual representantes governamentais deverão elaborar documentos a serem adotados na Conferência;

- 16 e 19/06: Eventos com a sociedade civil;

- 20 a 22/06: marcará o Segmento de Alto Nível da Conferência, onde é esperada a presença de diversos Chefes de Estado e de Governo dos 193 países.

* Locais e Eventos:
Barra da Tijuca

- Riocentro: Sessões plenárias e negociações oficiais da Conferência, série de debates em que a sociedade civil discutirá temas prioritários da agenda internacional para o desenvolvimento sustentável.

- Parque dos Atletas: Pavilhões e Exposições governamentais e intergovernamentais, de países estrangeiros e do governo brasileiro (municipal, estadual e federal) e dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Haverá ainda um espaço de debate, com seminários, palestras e mesas-redondas. Empresas parceiras farão demonstrações de inovação e gestão no campo da sustentabilidade.

- Arena da Barra: Grande espaço da sociedade civil, onde ocorrerão palestras, seminários e outras atividades, assim como a retransmissão dos eventos do Riocentro e demais locais da Conferência.
Centro

 . Parque ou Aterro do Flamengo: Será realizada a Cúpula dos Povos;

. Museu de Arte Moderna (MAM): Exposições temáticas de renomados artistas brasileiros e mostra da campanha “O Futuro Que Queremos”. Na cinemateca haverá palestras, seminários e mostra de filmes sobre desenvolvimento sustentável. O Museu receberá, ainda, a Arena Socioambiental, com eventos coordenados pelo Ministério do Desenvolvimento Social.
- Arena do MAM: Concertos e outros eventos culturais, além de servir de área para debates da sociedade civil organizados no âmbito da Cúpula dos Povos.

- Pier Mauá: Apresentações de projetos sobre inovação, tecnologias sustentáveis e programas de sustentabilidade: Armazém 1 (Sociedade Civil); Armazém 2 (Ministérios da Saúde, do Desenvolvimento Agrário, das Comunicações e da Integração Nacional); Armazém 3 (Financiadora de Estudos e Projetos/Finep) e Armazém 4 (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação).

- Centro Cultural de Ação da Cidadania ou Galpão da Cidadania: Eventos culturais organizados pelo Ministério da Cultura: seminários, apresentações musicais, exposições, oficinas, mostras de audiovisual e de gastronomia com enfoque na sustentabilidade, entre outros encontros nas mais diversas áreas culturais.


Para saber mais, clique no site oficial da ONU Brasil na Rio +20.

6 comentários:

Anônimo disse...

Luiz Filipe da Silva Barbosa
Turma 1901

Professora, na minha opinião o Rio de Janeiro vive MUITO de aparência, enquanto a saúde nos UPA's e nos hospitais está cada vez pior!
Lá nos EUA eles devem ver só o RJ lindo e não a realidade de hoje em dia =/.

Anônimo disse...

nome:Pedro vitor F. Ornilo da silva
n:28 turma:1902 escola:dilermando cruz

Esse projeto de desenvolvimento sustentavel e um projeto importante pois onde vai surgir novas ideias,empregos,moradias,transportes,etc

Anônimo disse...

Thamires Marcela 1701 ,
Eu fiz uma pesquisa e a parte mais interessante que eu achei foi esse trecho aqui abaixo :

A Rio+20 vai ser mais uma oportunidade de todos nós refletimos sobre o futuro que queremos para o mundo nos próximos vinte anos .

Maaah Mello disse...

Bom dia! Nossa esse evento é tão importante que todos estão ansiosos esperando o dia, parece coincidência quase todos os professores estão passando trabalho sobre o Rio+20 , menos matemática,Rsrsrs! Mas fala sobre o assunto!
O Rio+20 é tão importante que já até decorei uma parte que a Rio+20 é assim conhecida, porque marca os vinte anos de realização da Conferência das Nações Unidas(ONU )sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92) e deverá contribuir para definir a agenda do desenvolvimento sustentável para as próximas décadas.

Aluno:Matheus Mello.
Turma:1803
Escola:Dilermando Cruz.

Aluno: Raiyra Silva disse...

Adorei a reportagem!
Achei muito interessante, além de propor ações pra o meio ambiente, também nos informa a situação do nosso planeta!

Aluna: Raiyra Silva, Escola: Dilermando Cruz, Turma: 1803 disse...

Adorei a reportagem!
Achei muito interessante, além de propor ações pra o meio ambiente, também nos informa a situação do nosso planeta!