segunda-feira, 28 de maio de 2012

I Campanha de Solidariedade de 2012

A I Campanha de Solidariedade deste ano teve início, oficial, no dia 24 de abril, 5ª feira passada, no período do tarde, quando uma equipe de alunos da turma 1701 ingressou nas salas do I e II Segmentos do Ensino Fundamental para divulgar a I arrecadação da Campanha de 2012.

Na 4ª feira, pela manhã, acertamos alguns pontos importantes acerca da mesma, como as metas de arrecadação de gelatinas e leite em pó deste ano (a meta da gelatina diminuiu, passando de 1500 para 1300), os alunos responsáveis pelos cartazes, pela pintura dos lembretes individuais, do valor a ser arrecadado pela turma para a compra dos brinquedos, entre outros tópicos.

Inicialmente, a equipe responsável pelo 1º Turno (manhã) iria trabalhar na sexta feira passada, mas eu acabei adiando para hoje, segunda feira. Alguns alunos não gostaram, mas os lembretes não dariam para todos os alunos da Educação Infantil e nem das turmas dos anos iniciais.

Sendo assim, hoje teremos a divulgação da Campanha pela manhã e, os alunos que participaram do turno da tarde, na última quinta feira, também, voltarão para cobrir as turmas que não foram visitadas, assim como eles irão arrecadar os donativos de quem lembrou e vai levar para a escola.

A equipe de alunos que foi no período da tarde era constituída pelos seguintes alunos: Ana Carolina Lima, Beatriz Figueira, Danilo Ribeiro, Letícia Vicente e Sabrina Rabello.










domingo, 27 de maio de 2012

C.E. Prof.ª Sonia Regina Scudese: Momento de Amizade

Fiquei devendo aos alunos do Ensino Médio em função de uma pendência quanto ao uso de imagem, mas como não obtive a resposta nem positiva ou negativa, optei por abrir mão de algumas imagens que pudessem dar problemas futuros.

Em razão disso e já com bastante atraso fica, aqui, o registro de um momento descontraído e de amizade dos alunos da Turma 1008, do Colégio Estadual Prof.ª Sonia Regina Scudese .

No dia 11 de maio, alguns alunos da referida turma me perguntaram se haveria a possibilidade de ceder alguns minutos do último tempo de minha aula para que eles pudessem comemorar o aniversário do aluno Lucas Rocha Velloso dos Santos.

Eu respondi que não haveria problema, mas a autorização não dependia de mim, porém da Direção. Mas, eles já haviam obtido a autorização desta, dependendo - assim - apenas da minha liberação. Consenti, pois a turma é boa e muito participativa.

E, tal como fora combinado, após a comemoração - parte do último tempo de minha aula - os alunos varreram a sala e organizaram as mesas nos seus devidos lugares.


O aluno Lucas Rocha, no centro, de camisa branca e óculos escuros (Imagem do meu acervo particular)











domingo, 13 de maio de 2012

13 de maio: Dia das Mães

Imagem do meu acervo particular


Somente agora estou podendo postar uma mensagem para este dia tão especial... Dia das Mães.

Como de costume, preparamos um prato especial e fomos almoçar na casa da minha mãe. Cada uma levou um prato, um acompanhamento (um tipo de salada ou uma farofa, por exemplo) e uma sobremesa.

A casa ficou cheia, embora algumas pessoas estivessem ausentes, como a minha irmã mais velha, que foi almoçar com o filho que é casado (as outras duas filhas moram em outro estado e, por isso, não vieram desta vez).

Um sobrinho também não quis participar, pois preferiu ficar em casa. O tempo estava ruim, choveu muito horas antes e, no momento de nossa ida à casa da minha mãe, ainda chovia, mas com menor intensidade.

Contando com a minha mãe, o almoço reuniu 15 pessoas. Foi muito bom, mesmo com toda a barulheira, vozes altas e início de conflitos entre irmãos. Tudo conforme sempre foi... O mais importante foi perceber que minha mãe estava feliz.

E esta foi a melhor expressão que eu pude captar...  A sua alegria por estar rodeada com as filhas, genros e netos. 

Minha mãe, a quem devo muito. A quem sempre acreditou em mim e estimulou a continuar estudando e trabalhando.

Minha mãe, a quem - hoje - eu dedico parte dos meus horários aos seus cuidados devido ao seu comprometimento físico devido a um AVC (Acidente Vaso Cerebral), que interrompeu a sua mobilidade e a fez ficar dependente de terceiros e de nós, suas filhas.

Minha mãe, a quem me dedico muito, mas sei que poderia fazer mais. No entanto, eu também me sinto limitada, pois tenho família e trabalho.

Minha mãe, a quem sou eternamente grata por ter nascido de seu ventre e ter aprendido valores, que muitos, hoje, não conhecem ou respeitam.

E mais do que tudo, a quem aprendi o sentido da palavra AMOR.

Com estes valores aprendidos e o sentimento do amor compartilhado, o resultado não poderia ser outro... O fortalecimento de nossa união neste período em que ela mais precisa do apoio da família.

Mãe, parabéns por este dia e por todos os outros. Amaos você!


Para todas as mães, deixo a mensagem abaixo (vídeo), pois embora esteja associado ao comércio, ele traduz a presença constante da mãe, bem como os seus sentimentos e preocupações, ansiedades e alegrias com os filhos.

Para saber mais sobre a oriogem do Dia das Mães, clique AQUI!