domingo, 31 de março de 2013

Domingo de Páscoa

 
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Esperança do Advento)

Hoje, Domingo de Páscoa, termina o período da Semana Santa, assinalando a Ressurreição de Jesus Cristo.
 
A Páscoa é considerada a principal festa do Cristianismo, porém, muitas crianças e adolescentes só têm na memória que o Domingo de Páscoa é, respectivamente, o dia em que o coelhinho traz ovos de chocolate e os esconde para dar um ar de brincadeira à data festiva ou o dia de presentear e trocar dos mesmos entre os seus familiares e amigos.
 
Mas, estes são fatos mais recentes são de caráter essencialmente consumista (comercial), pois o significado da Semana Santa e, sobretudo, deste Domingo (Domingo de Páscoa) é muito mais do que isso e muito mais antigo.
 
Na Semana Santa celebramos a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo. Seu início se dá no Domingo de Ramos, no qual é celebrada a entrada de Jesus em Jerusalém, onde Ele é recebido como Rei e saudado com ramos de palmeiras. O seu término, hoje (Domingo de Páscoa), marca a Sua ressurreição, após Ele ter sido preso, julgado, condenado e crucificado.
 
De origem hebraica, a palavra "Páscoa" (Pessach) significa passagem. Este termo já possuía sentido nas celebrações judaicas, bem antes do nascimento de Jesus, em virtude da  libertação e fuga do povo judeu escravizado no Egito para a Terra prometida. Já na fé cristã, a Páscoa significa a passagem da morte para a vida, o renascimento, isto é, a ressurreição após a crucificação e morte de Jesus Cristo. 
 
De forma bastante resumida, vejamos o quê representam os últimos dias que antecedem o Domingo de Páscoa no âmbito do Cristianismo.
 
Quinta feira Santa
Assinala, sequencialmente, a última Ceia de Jesus com os seus 12 discípulos em comemoração à Páscoa judaica, o momento em que Judas Iscariotes o trai, entregando Jesus em troca de trinta moedas de prata (há controvérsias científicas quanto a esta sua posição de traidor, leiam mais sobre isso, AQUI), a prisão Dele e interrogatório.
 
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Biologia na Medida Certa)
 
Sexta feira da Paixão
Neste dia, após ter sido interrogado na noite anterior, Jesus é condenado, açoitado, crucificado e morto. Seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição.
 
  Imagem capturada na Internet (Fonte: Wikipedia)
 
 
  Imagem capturada na Internet (Fonte: Imagens Bíblicas)
 
Sábado Santo ou Sábado de Aleluia
Neste dia, os cristãos esperam a ressurreição de Jesus, enquanto o seu sepulcro é lacrado por uma rocha e mantido sob a guarda de um destacamento.
 
Tradicionalmente, é no sábado de aleluia que ocorre a Malhação de Judas, brincadeira que representa a morte – por vingança popular - de Judas Iscariotes, apóstolo, até então, considerado o traidor de Jesus.
 
Domingo de Páscoa
Dia da Ressurreição de Jesus Cristo.
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Pastoral da Sobriedade – Fortaleza/CE)
 
 
Fontes de Consulta
 
 


sábado, 23 de março de 2013

Charges: Análise sob o contexto da água





 
 
 
 
 
 
 
 



 
 

 
 

22 de março: Dia Mundial da Água



Imagem capturada na Internet (Fonte: Facebook Salve o Planeta)


Ontem, comemorou-se o Dia Mundial da Água, mas muitos desconhecem ou não levam a sério a importância do consumo e uso responsável deste recurso natural tanto para a população mundial quanto para a Terra.
 
 
Os mais graves problemas têm a ver com a água doce, que é distribuída de  forma irregular na superfície terrestre, tendo muitas localidades apresentando a escassez de água potável.
 
 
O desperdício e o lançamento de resíduos líquidos e sólidos (poluição) têm contribuído para o aumento das preocupações mundiais, tendo em vista o quadro que se delineia há alguns anos através da perpetuação destas práticas.
 
 
É preciso não só a conscientização da população quanto esta questão ambiental, mas também uma tomada de atitudes frente ao desperdício e a poluição das águas, sejam estas superficiais ou subterrâneas.
 
Muitos consideram que o problema reside apenas na esfera do consumo humano, mas este vai muito além, pois a Terra é sistema integrado e interdependente. Sendo assi, se algo comprometer uma destas partes, todo o sistema vai ser afetado.
 
Para entender este conceito de interdependência e de sistema integrado, basta analisar as imagens abaixo e perceber as diversas interfaces do mesmo.
 
 
Desperdício de Água
 
 
 
Imagem capturada na Internet (Fonte: SOS Rios do Brasil)
 
 
Imagem capturada na Internet (Fonte: Van UFSJ)
 
 
 
 
Seca (Estiagem)
 
 
 
Gretas de contração - Imagem capturada na Internet
(Fonte: Revista Plantar)
 
 
 
 
Imagem capturada na Internet
(Fonte: Exatas News - Imagem de
 

 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Blog Fernando - A Verdade)
 
 

Imagem capturada na Internet
(Fonte: Exatas News - Imagem de Djacy Brasileiro/ Rede Social)

 
 
 
 
 
 
Imagem capturada na Internet (Fonte: UOL Notícias)
 
 
 
Imagem capturada na Internet (Fonte: Notícias do Valle)
 
 
 
Poluição
 
 
Rio Citarum, na Indonésia, o mais poluído do mundo
Imagem capturada na Internet (Fonte: O Blog Verde)
 
 
 
Rio Tietê - Imagem capturada na Internet (Fonte: Blog Bioma)
 

terça-feira, 19 de março de 2013

Igreja Católica Apostólica Romana sob novo comando


 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Revista Veja - Foto de Guido Montani/EFE


Hoje, o mais novo representante da Igreja Católica Apostólica Romana, o Papa Francisco, celebrou a primeira missa do seu pontificado, isto é, do seu período de vigência como autoridade suprema da Igreja Católica.
 
A missa foi celebrada às 9h30 (horário local) na Praça de São Pedro, no Vaticano, sendo transmitida - ao vivo - em nosso país às 5h30 (diferença de 4 fusos horários). De acordo com o que foi divulgado nos principais meios de comunicação do país, além dos fiéis católicos, dos líderes religiosos do mundo todo e outros, 132 delegações estrangeiras representando os seus respectivos países participaram desta cerimônia inaugural do novo papado. 
 
Não resta dúvida que 2013 vai ser um ano histórico para a Igreja Católica Apostólica Romana, não só pela inesperada renúncia do Papa Bento XVI, no final do mês de fevereiro, como  também pelo perfil do seu substituto, o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, o 266º Papa da Igreja Católica, o primeiro papa latino-americano (rompendo a área de abrangência do continente europeu) em mais de 1.300 anos e, também, o primeiro sacerdote da Ordem dos Jesuítas (Companhia de Jesus) a ser nomeado para este cargo. Além disso, ele introduziu um novo nome na lista oficial dos nomes adotados pelos papas ao longo da história sucessória de Pontífices, o nome Francisco.
 
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Revista Veja - Foto de Filippo Monteforte/AFP)
 
De acordo com diversas matérias publicadas nas mídias, a escolha deste nome se deu graças a influência do cardeal brasileiro Cláudio Hummes, que o inspirou – após o anúncio do resultado do conclave – ao dizer que ele não se esquecesse dos pobres. E foi justamente pelos pobres que cardeal Jorge Bergoglio fez correlação a São Francisco de Assis e daí à adoção do nome Francisco
 
Outro nome cogitado por ele e, também, sugerido por outro cardeal brasileiro, Raimundo Damasceno (arcebispo de Aparecida do Norte), foi Clemente XV, cujo antecessor (Clemente XIV) aboliu a Ordem de Jesus por 4 décadas.
 
Porém, sua escolha como pretexto simples de vingança não fincou, elegendo como critério a humildade e dedicação aos pobres através da escolha de Francisco.
 
Segundo uma matéria publicada no Portal G1, entre os nomes mais cogitados e escolhidos entre os cardeais que assumiram o cargo de Pontífice da Igreja Católica Apostólica Romana estão: João (23), Gregório e Bento (ambos, 16 vezes), Clemente (14), Inocêncio e Leão (ambos, 13 vezes) e Pio (12).
 
Embora, as mídias tenham conjeturado a possibilidade da escolha de um papa fora da Europa, inclusive, com ênfase no continente americano, diversos cardeais foram apontados como favoritos e, entre estes, estava o cardeal brasileiro Dom Odilo Pedro Scherer (São Paulo).
 
O cardeal argentino Jorge Bergoglio fora mencionado, mas não constava como favorito. E não saberemos as razões de sua escolha, pois estas não podem ser divulgadas e repassadas ao público.   
 
Após cinco votações, os 115 cardeais reunidos - no segundo dia do conclave - na Capela Sistina chegaram a um acordo e o elegeram para o cargo de maior importância e responsabilidade da Igreja Católica.
 
Sem entrar no mérito da discussão quanto às verdadeiras razões da abdicação de Bento XVI e a crise por qual perpassa a Igreja Católica Apostólica Romana, uma esperança surge embasada na humildade expressa nos atos, bem como nas palavras do novo pontífice. A crise da igreja católica expõe a necessidade de inovação e de propósitos voltados mais para o povo e, sobretudo, para os pobres. E, pelo que podemos perceber, neste primeiro momento, disposição e comprometimento em alcançar tais objetivos não faltarão.
 
 Imagem antiga com o Papa João Paulo II, o seu sucessor cardeal Joseph Alois Ratzinger (Papa Emérito Bento XVI) e o cardeal Jorge Mario Bergoglio (atual Papa Francisco)
 
 
Fontes de Consulta
 
. Jornal O Globo (várias edições impressas)
 
. Portal G1
 

sábado, 9 de março de 2013

Cursos do PRONATEC: Cadastro até amanhã (10/03)




Imagem capturada na Internet (Fonte: Mundo das Tribos) 


Os alunos de 2ª e 3ª séries do Ensino Médio Regular, da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Programa Autonomia (correspondente à 3ª série do Ensino Médio) têm até, amanhã, dia 10 de março, para efetuar o seu cadastro em algum curso do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) de seu interesse.
 
Para se inscrever, basta entrar no site da Seeduc e informar a sua matrícula. O aluno deverá preencher um requerimento de solicitação de inscrição, indicando o município, a instituição e o curso pelo qual pretende concorrer.
 
O aluno precisa estar ciente que o ato de se inscrever não assegura que o mesmo fará o curso pretendido, pois trata-se de um cadastro, devendo o aluno candidato passar, ainda, por um processo classificatório. O resultado final será divulgado, a partir do dia 18 de março, no próprio site da Seeduc.
 
É imprescindível que o aluno tenha o seu CPF próprio. O aluno precisa estar atento quanto à escolha do curso, horário e município, a fim de não comprometer ambas as instituições de ensino devido ao tempo de deslocamento de uma para outra unidade.
 
O aluno que confirmou sua matrícula em outras edições do Pronatec, tendo abandonado o curso por qualquer motivo ou não ter frequentado, fica impedido de se candidatar a uma nova vaga.

 
Não esqueçam, amanhã é o ÚLTIMO DIA! Para se cadastrar, clique AQUI!
 
 Para obter maiores informações sobre os Cursos do PRONATEC, clique AQUI!


 

Charge: Violência contra a Mulher


Não há o quê contestar, infelizmente! As estatísticas comprovam o "pré-conceito" que marca - até hoje - a nossa sociedade (machista) através do número elevado de agressões físicas e verbais, dos casos de assassinato de mulheres, nos registros em Boletins de Ocorrências em Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher, entre outros dados.

A ação covarde contra a mulher não só parte do marido, do companheiro, do namorado ou qualquer outro adulto do sexo masculino. A cultura machista é passada de geração em geração, moldando - inclusive - o comportamento de crianças e adolescentes 
 
Eu, como professora docente, já ouvi da própria mãe, que ela não poderia intervir na indisciplina do seu filho do Ano (antiga 7ª rie), em sala de aula, porque o mesmo batia nela (o aluno era bem mais alto que a mãe). Um absurdo!
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Facebook Geografia Visual) 

08 de março: Dia Internacional da Mulher

 


 
Imagens capturadas de diferentes fontes da Internet (Google)

Por um mundo onde sejamos socialmente iguais,
humanamente diferentes e totalmente livres."
Rosa Luxemburgo
 
O Dia Internacional da Mulher é comemorado, oficialmente, no dia 08 de março, desde o ano de 1975. A data foi escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de homenagear as várias operárias da cidade de Nova York (EUA), que morreram sufocadas e queimadas em um incêndio numa fábrica têxtil (tecidos) - no dia 08 de março de 1857 - onde elas estavam reunidas, em greve, contra as más condições de trabalho.
 
Na verdade, no início do Século XX, mais especificamente, em 1910, já havia sido estabelecido - durante uma Conferência na Dinamarca - que o dia 08 de março se tornaria o "Dia Internacional da Mulher" com este mesmo propósito, isto é, homenager as operárias que morreram neste episódio de 1857. Contudo, a sua oficialização, como data comemorativa, só veio a ocorrer, em 1975, por Decreto da ONU.
 
As operárias reivindicavam a redução da jornada de trabalho por dia (de 16 para 10 horas diárias), a equiparação do salário do sexo feminino com o dos homens, que desempenhavam a mesma função (recebiam menos de 1/3 do salário dos homens) e direito à licença maternidade.
 
O protesto foi seguido pela greve e, segundo os registros, as saídas de emergência da fábrica foram bloqueadas pelo lado de fora, pelos donos da fábrica que - em conjunto com as autoridades policiais - atearam fogo com a intenção de amedrontá-las e encerrar a manifestação.
 
No entanto, o incêndio rapidamente tomou grandes proporções e a tragédia - já anunciada - se converteu na morte de 129 operárias queimadas e por asfixia.
 
 
Imagem capturada na Internet (Fonte: Jangadeiro Online)


terça-feira, 5 de março de 2013

Hugo Chávez, presidente eleito da Venezuela, perde a batalha contra o câncer



 
Hugo Chávez - Foto capturada na Internet (Fonte: Exame.com)
 
 
Cinco de março de dois mil e treze, data em que se encerra o governo de Hugo Rafael Chávez Frias (Hugo Chávez), até então, presidente da Venezuela, reeleito por direito, que se encontrava afastado de sua função (e ainda não empossado) para tratamento de um câncer, na região pélvica, em Havana, capital de Cuba.
 
O Chefe de Estado e de Governo da Venezuela faleceu, hoje, às 16h25 (horário local) aos 58 anos.
 
Líder político e, ao mesmo tempo, polêmico, Hugo Chávez conseguiu ser reeleito ao governo da Venezuela, graças a uma manobra política que, por meio de um referendo popular, em 2009, aprovou uma emenda constitucional que legitimou a reeleição indefinidamente, tanto para os cargos de presidente, governador e prefeito.
 
Com a aprovação da maioria da população, Hugo Chávez se lançou e venceu a disputa pelo terceiro mandato, em 2012, derrotando Henrique Caprilles, o seu principal adversário na Campanha Presidencialista.
 
Porém, o seu problema de saúde, longe de estar restabelecido, contradizendo a sua própria declaração - feita publicamente - de estar curado do câncer, o impediu de tomar posse no dia 10 de janeiro deste ano, uma vez que o mesmo se encontrava em Cuba se convalescendo da quarta cirurgia, pela qual foi submetido.
 
À frente do governo da Venezuela desde 1999, Hugo Chávez transformou o cenário político e social do país, bem como a dinâmica das relações latino-americanas. Sua plataforma de governo era focada para as camadas mais pobres da população.
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: BBC Brasil)
 
Em seu primeiro mandato, logo depois de tomar posse em fevereiro de 1999, ele dissolveu o Congresso e convocou uma Assembleia Nacional Constituinte.
 
Com a nova Constituição, submetida e aprovada através de um referendo no mês de dezembro do mesmo ano, o nome do país foi alterado para República Bolivariana da Venezuela. Além disso, os poderes do Executivo foram ampliados, assegurando uma maior intervenção do Estado na economia e mais, o Senado foi dissolvido e efetuou-se o reconhecimento dos direitos culturais e linguísticos das comunidades indígenas.
 
A partir destas medidas, todas as atenções do mundo se voltaram para a América do Sul, para a Venezuela e, particularmente, ao mais novo presidente do país, Hugo Chávez, que na época tinha 44 anos.
 
Crítico inflexível do chamado neoliberalismo, da Globalização e, consequentemente, dos EUA, o seu sonho em promover uma revolução socialista no país (Socialismo do Século XXI), capaz de mudar a Venezuela radicalmente. Tornou-se um líder dos excluídos e, ao mesmo tempo, um opressor para aqueles que se viam ameaçados com a sua linha de governo, tais como a elite do país; os líderes religiosos, que foram acusados de negligenciar os pobres em apoio à oposição venezuelana e os ricos e, também, os sindicatos e as mídias televisivas privadas.
 
Ao longo dos seus três mandatos cumpridos (o quarto não ocorreu), Hugo Chávez mexeu com muitos setores da economia e, consequentemente, com os donos de produção e outros segmentos da população, com o intuito de instaurar uma verdadeira revolução. Promulgou a Lei de Hidrocarbonetos que fixava a participação estatal no setor petrolífero em 51%, assim como a Lei de Terras e Desenvolvimento Agrário, baseada na expropriação de latifundiários.
 
Muitas manifestações de descontentamento ao seu governo ocorreram em meio a estas mudanças e outras, se atingindo alguns setores do Exército e, inclusive, antigos companheiros.
 
A sua trajetória política na presidência da Venezuela foi marcada por muitas manifestações de descontentamento em meio a estas mudanças e outras, como também por greves, tentativas de golpe e golpe (que o afastou do poder por um determinado período), entre outros episódios que mesclavam duas forças contraditórias: a de apoio e de rejeição ao seu governo.
 
Sua “revolução bolivariana” incluía uma série de medidas e programas sociais, abrangendo – sobretudo - as áreas da Educação e Saúde. Mas, ocorrência de grandes desigualdades sociais e os altos índices de desemprego que assinalam o país emperram os avanços, mesmo diante da riqueza gerada pelo petróleo.
 
Na última eleição, ocorrida em outubro de 2012, Hugo Chávez venceu com mais de 54% dos votos. A vigência do seu quarto mandato seria de 2013 a 2019, ou seja, seis anos de governo, mas a sua ausência no dia da posse - 10 de janeiro de 2013 – em consequência de sua viagem a Cuba para tratamento de saúde e o seu sumiço nas mídias já indiciavam que a Era Chavista estava ameaçada de ruir.
 
Sendo assim, Hugo Chávez não pode tomar posse na data oficial. Seguindo a Constituição do país, a oposição fez pressão para que o presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, fosse empossado em seu lugar e que o mesmo organizasse um novo pleito eleitoral. Mas, a maioria chavista conseguiu assegurar o direito de Hugo Chávez de exercer a Presidência da Venezuela através do adiamento da posse (de caráter indefinito até o seu retorno de Cuba). Com isso, em seu lugar, assumiu o Vice-Presidente venezuelano, Nicolás Maduro.
 
Depois de muitas lutas, a única adversidade que Hugo Chávez não conseguiu vencer foi a batalha contra o câncer e, hoje, todos os veículos de comunicação anunciaram o seu falecimento. E a maioria da população venezuelana chorou demonstrando a sua dor e apreço por aquele que iniciou uma revolução social e econômica no país.
 
 
Imagens capturadas na Internet (Fonte: Folha de S. Paulo)
 
 
 
Fontes de Consulta
 
 
 
 
 
 

domingo, 3 de março de 2013

1º de março: Aniversário da Cidade do Rio de Janeiro

 
 
Imagem capturada na Internet (Fonte: Porta G1)
 
 
Anteontem, dia 1º de março, a cidade do Rio de Janeiro comemorou seus 448 anos de fundação. Com todos os seus problemas socioeconômicos e ambientais, pode-se dizer que sua geografia continua linda. Além de ser considerada uma cidade festiva e a mais feliz do mundo, ela é reconhecida por ser acolhedora e hospitaleira. Daí, ser a cidade brasileira mais conhecida no exterior.
 
Por 197 anos, esta foi a capital do Brasil, após o Distrito Federal ter sido transferido de Salvador, primeira capital do país (1549 – 1763). Seu desenvolvimento transcorreu de forma efetiva em função disso (sede administrativa e financeira do Brasil) e, principalmente, com a vinda da Família Real, portuguesa, em março de 1808.
 
Em 1960, a capital foi transferida para Brasília, a única capital planejada e construída para ser a sede político-administrativa do país.
 
Consagrada com o título de Paisagem Cultural Urbana, no ano passado (2012), ela se tornou a primeira cidade do mundo a receber o referido título da UNESCO de Patrimônio Mundial, tendo os seguintes locais selecionados e destinados à preservação da sua paisagem cultural: Pão de Açúcar, Corcovado, Floresta da Tijuca, Aterro do Flamengo, Jardim Botânico, a Praia de Copacabana, a entrada da Baía de Guanabara, os fortes do Leme e de Copacabana, o Arpoador, a enseada de Botafogo e o Morro do Leme.

O município do Rio de Janeiro tem suas belezas naturais e o seu poder de sedução sublimada no hino oficial da cidade, cuja canção foi gravada, originalmente, como marchinha de carnaval. Cidade Maravilhosa, composta em 1934 por Antônio André de Sá Filho (mais conhecido como André Filho) foi escolhida para ser o hino oficial da cidade do Rio de Janeiro em 1960 através da Lei nº. 5 (de 25.08.1960) e Lei nº. 488 (de 27.10.1964), promulgada, pelo presidente da Câmara, Sami Jorge, através da Lei nº 3.611, de 12 de agosto de 2003.
Além disso, o município ainda possui uma árvore-símbolo, escolhida em junho de 2008 após processo de votação. Trata-se da Cariniana ianerensis, nome científico do Jequitibá-açu, considerada um das árvores mais imponentes da Mata Atlântica.
 
Tipicamente carioca e em risco de extinção, o  Jequitibá-açu é muito empregado em projetos de reflorestamento e de arborização de vias públicas, pela própria Prefeitura do Rio, a fim de propagar a espécie e garantir a sobrevivência da mesma.
 
Muitos que aqui vêm, sejam para realizar negócios, cursos ou, meramente, por turismo, se apaixonam pela cidade e por sua gente. Cariocas da gema, carioca da clara ou, simplesmente, carioca por opção, por paixão.
 
Carioca é o gentílico empregado para o indivíduo que nasce no município do Rio de Janeiro, a capital do estado.
Emprega-se o termo “carioca da gema” para aquele indivíduo que nasceu na cidade do Rio de Janeiro e seus pais (mãe e pai) são naturais, também, da cidade, ou seja, são cariocas. Já, o “carioca da clara” é atribuído para aquele que nasceu na cidade do Rio de Janeiro, mas um dos seus pais não é natural do município (Rio de Janeiro).
 
O seu nome deriva de um engano geográfico... Quando o navegador português Gaspar de Lemos avistou a Baía da Guanabara, no dia 1º de Janeiro de 1502, ele a confundiu como um rio e, diante disso e do mês, a batizou de Rio de Janeiro. No entanto, a cidade só foi fundada em 1º de março de 1565, com o nome de São Sebastião do Rio de Janeiro. Daí, o seu santo padroeiro ser São Sebastião (comemorado, como feriado, no dia 20 de janeiro).
 
Não restam dúvidas quanto aos problemas ainda existentes e longe de serem solucionados, como por exemplo: a violência, embora esta venha apresentando uma queda, as estatísticas ainda se mostram preocupantes; o lixo que se constituí em um problema notório e grave, tendo em vista a coleta irregular em muitos bairros e a falta de educação de uma parcela significativa da população expressa na quantidade de lixo lançados nas ruas, nas praias e nos pontos turísticos; as drogas e seus usuários, problema social e de segurança pública agravado, sobretudo, nos últimos anos com a introdução e propagação do crack (cocaína petrificada fumada com uso de cachimbo); mobilidade urbana, embora a linha atual seja ampliar e melhorar as condições dos transportes coletivos e das vias de circulação, o trânsito na cidade vira um caos até mesmo fora dos horários de pico (rush), independente de ser em áreas com obras ou não, como resultado da redução do IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) e o aumento de venda de automóveis e motos.


Manifestação na praia de Copacabana lembra as vítimas da violência na cidade (dez/2011)
Imagem capturada na Internet (Fonte: R7 - Foto: Felipe de Oliveira)



  Lixo amontoado nas caçambas da Comlurb e jogado na rua 
Imagem do meu acervo particular



Usuários de crack em Manguinhos, juntos à linha férrea, antes de migrarem para o trecho da Av. Brasil, na altura do Parque União e a entrada da Ilha do Governador , após a ocupação da Comunidade pelos policiais em outubro de 2012.
Imagem do meu acervo particular



 Com a ocupação do Jacarezinho e do Complexo de Manguinhos, o trecho da Av. Brasil,
na altura do Parque União, no Complexo da Maré, se tornou a maior cracolândia da cidade.
 Com as operações  da Prefeitura e de policiais militares do Batalhão da Maré (22º BPM), hoje, poucos usuários são vistos perambulando neste trecho. Imagem capturada na Internet
(Fonte: R7 - Imagem de Fábio Gonçalves/Agência O Dia).



 Caos no trânsito - Imagem do meu acervo particular


Outro aspecto ligado à ação do Poder Público que me incomoda muito é a desigualdade de tratamento aos diferentes bairros do município, cuja atenção e investimentos incidem mais naqueles de vocação turística. Não sou tão ingênua, assim, ao ponto de ignorar que estes bairros que detém uma infraestrutura mais adequada para receber os turistas nacionais e/ou estrangeiros e que possuem os pontos turísticos da cidade devam ser valorizados, mas refiro-me – sobretudo – à prestação de serviços à população de menor poder aquisitivo e/ou de classe média.

Basta dar um passeio por estas áreas menos privilegiadas e, depois, observar as mais favorecidas que é inegável a diferença de tratamento.
 
Contudo, o povo carioca é feliz do seu jeitinho... Bem ou mal, a cidade é maravilhosa, suas belezas naturais e culturais são consagradas em letras de música, poemas, poesias e enredo de histórias de filmes, novelas, seriados etc. Eu amo a minha cidade, mesmo tendo perdido o meu pai pela violência (vítima de assalto) e ter sido vítima também de roubo e assalto ao longo da minha vida.
 
Para ler outras publicações a respeito do aniversário da cidade, postadas neste Blog, clique em nos anos subsequentes: 2009 (Histórico) - 2010 (Vídeos do Rio Antigo).