sexta-feira, 29 de novembro de 2013

XVI Olimpede Nacional: O nosso atleta Henrique Matheus Lima brilha na Natação



O aluno Henrique Matheus entre as alunas e irmãs Evelyn e Emily
 
Texto atualizado em 29/11/2013 às 21:55h

Eu não poderia deixar de destacar aqui, neste espaço, a participação e a conquista do 1º lugar na modalidade de natação do meu aluno Henrique Matheus Lima, da turma 1701, na 16ª edição da Olimpíada da Pessoa Deficiente (Olimpede).

Realizada nos dias 8,9 e 10 de novembro deste ano, na Ilha São João, em Volta Redonda, a Olimpede já faz parte do calendário oficial da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL) do referido município da Região do Médio Paraíba, tendo o apoio tanto do Governo do estado do Rio de Janeiro quanto do Governo Federal, sendo este através do Ministério dos Esportes.
 
Considerada o maior evento do gênero no país, ou seja, voltado para pessoas portadoras de deficiência, tendo, inclusive, a chancela do Comitê Paraolímpico Brasileiro, a Olimpede é realizada em Volta Redonda, desde 1987.
 
Segundo as informações obtidas nas mídias, a edição deste ano cadastrou 3.172 atletas especiais, representantes de 45 cidades dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

Os atletas especiais disputaram diversas modalidades adaptadas, as quais foram: atletismo, futsal, futebol society, natação, voleibol especial, provas de habilidade, cabo de guerra, tênis de mesa, xadrez, dominó, dama e arremesso à cesta.
 
E, para a alegria de todos da E.M. Dilermando Cruz, o aluno Henrique Matheus Lima conquistou a primeira colocação na natação. Este se mostrava muito feliz em nossa Unidade Escolar, exibindo no peito, as duas medalhas recebidas, a de participação e de 1º lugar na referida modalidade.

Sua mãe, Maria Cristina Lima também se mostrava feliz e orgulhosa. E, tal como ela, nós, professores e outros profissionais ligados à Educação, que os conhecemos, tanto o filho quanto a mãe (super dedicada), também, compartilhamos desta alegria e felicidade por mais esta conquista na vida do referido aluno. 
 
 O aluno Henrique Matheus e sua mãe, Maria Cristina
 
De acordo com o que foi publicado, a Prefeitura de Volta Redonda assegurou, a todos os participantes, não só a hospedagem e a alimentação, como também assistência médica e psicológica, além de uma equipe multidisciplinar composta por professores de Educação Física, Fisioterapeutas e Orientadores Educacionais. 

Ele, hoje, durante a minha aula me entregou um cartão de Natal feito a mão. Eu sempre ganho mensagens dele através de cartões em datas comemorativas. Ele é muito atencioso e esforçado, se empenhando sempre a acompanhar as aulas. 
 
Outra surpresa após a aula de Educação Física, o mesmo apareceu na minha outra turma vestindo uma camisa e bermuda em homenagem ao seu e meu time, Flamengo, Tricampeão da Copa Brasil, título conquistado na última quarta feira (27/11) contra o Atlético (PR) pelo placar de 2 x 0.
 
 Flamenguista orgulhoso pelo Tricampeonato do seu time na Copa Brasil


Fontes de Consulta

A Voz da Cidade

. Diário do Vale

Projeto Herdeiros do Pré-Sal: Semana Integrada Museu & Escola (SIME) - Parte VIII (d)


Reprodução do Folder do Projeto (MGEO/UFRJ - BG Brasil)

Por estar aguardando a resposta e imagens de alguns professores participantes do Projeto Herdeiros do Pré-Sal, assim como do próprio Museu da Geodiversidade (IGEO/UFRJ), eu não cheguei a publicar acerca da Cerimônia de Premiação e de Encerramento da Semana Integrada Museu & Escola (SIME).
 
Como previsto na Programação da SIME, a Cerimônia de Premiação e de Encerramento aconteceu à tarde, só que um pouco mais cedo do horário estabelecido. Ela foi realizada no mesmo local do credenciamento e de abertura da Semana Integrada Museu & Escola.
 
 



 
O Prof. Dr. Ismar de Souza Carvalho, como diretor do Instituto de Geociências da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tomou a palavra, como presidente do cerimonial, e convidou para compor a mesa as seguintes autoridades ligadas ao Projeto: a Sr.ª Pamela De-Cnop (Gerente de Investimento Social da BG Brasil), o Sr. Jorge Coutinho (Coordenação de Treinamento de Desenvolvimento de Pessoas da SEEDUC/RJ), a Sr.ª Jacqueline Caiafa Sznajder (Coordenadora de Sustentabilidade da BG Brasil) e mais um membro da UFRJ, o qual – no momento - não me recordo o nome.





Foi dada a palavra a cada membro da mesa que discursou sobre a importância do evento, como projeto-piloto, e da participação dos alunos, bem como sobre as perspectivas de ingresso na área de óleo e gás ou da Geociências.
 

E, sob este momento, destaco as palavras de incentivo proferidas pelo Sr. Jorge Coutinho que fez uma correlação entre os alunos do Ensino Médio, ali presentes, com os estudantes universitários da área de Geociências (Geologia, Geografia e Meteorologia), vistos nos arredores do local da SIME. 
 
Ele disse que só via uma diferença entre ambos, pois os graduandos estavam a alguns passos na frente deles. Apenas isso.  

 

 Sr.ª Pamela De-Cnop
(Gerente de Investimento Social da BG Brasil)


 Sr.ª Jacqueline Caiafa Sznajder
(Coordenadora de Sustentabilidade da BG Brasil)


 Sr. Jorge Coutinho
(Coordenação de Treinamento de Desenvolvimento de Pessoas da SEEDUC/RJ)


Professor e membro da UFRJ

Ao mesmo tempo, um telão localizado à esquerda da mesa exibia imagens capturadas durante todo o desenvolvimento do projeto à partir da participação dos alunos, seja na visitação ao Museu da Geodiversidade, seja nas apresentações dos trabalhos na Semana Integrada Museu & Escola (SIME), isto é, a 2ª e a 3ª Etapas do Projeto.
 


 



Após a fala dos membros da mesa, todos os professores presentes e suas respectivas equipes de alunos, representativos das 14 Unidades Escolares que cumpriram todas as etapas do referido Projeto, foram chamados para receber o Certificado de Participação.
 
Equipe Futuro da Nação


 
 
O momento final e o mais esperado, angustiante, resultando em uma mescla de alegria para alguns, de tristeza e decepção para outros foi deixado para o final, isto é, o da Premiação dos grupos.

De acordo com o Regulamento do Projeto, os 3 grupos (alunos e o professor orientador) que obtivessem a melhor pontuação receberiam os seguintes prêmios:

1º colocado: 01 (um) Notebook;

2º colocado: 01 (um) Tablet;

3º colocado: 01 (um) MP4.

No entanto, os membros do IGEO/UFRJ da Comissão Organizadora do Evento estenderam a premiação aos 5 primeiros colocados, oferecendo - a título de prêmio – exemplares de minerais.

Cada envelope com os nomes das equipes foi aberto e declarado, cabendo ao grupo receber o prêmio na mesa e, logo após, tirar foto (registro fotográfico).

O resultado da avaliação da Comissão Examinadora, composta por membros da BG Brasil, Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi a seguinte:

5º Colocado
Instituto de Educação Carmela Dutra 
Equipe As Geocientistas do Futuro - Prof.ª Paula Rocha Pessanha*

4º Colocado
CIEP 326 Prof. César Pernetta
Equipe GPS do Futuro - Prof.ª Sueli de Oliveira Lima

3º Colocado
C.E. Deputado Pedro Fernandes
Equipe Aprendizes do Pré-Sal - Prof.ª Akiko Nakagamo dos Santos

2º Colocado
C.E. Prof.ª Luiza Marinho
Equipe Sal da Terra - Prof.ª Simone G. Amorim

1º Colocado
C.E. Olinto da Gama
Equipe Derivados - Prof.ª Deia Cristina Pizzini Ferreira

* O Grupo ainda ganhou uma premiação extra por criatividade e originalidade. Inclusive, o Prof. Dr. Ismar de Souza Carvalho revelou e articulou o interesse pelo material apresentado e exposto pelo Grupo, sob a forma de doação, para o Instituto de Geociências (IGEO). Desconheço se o mesmo procedeu.
 
Encerrada a Cerimônia de Premiação e a sessão de fotos, todos os professores e suas respectivas equipes se dirigiram à Exposição para desmontar os estandes.
 
Saímos do Instituto de Geociências e fomos direto para o C.E. Prof.ª Sonia Regina Scudese, onde deixamos as maquetes e os banners, enquanto os alunos - depois - foram embora.
 
Sentimento de missão cumprida, embora custosa em termos financeiros e de tempo, mas que trouxe muitos resultados positivos para o meu Grupo específico (eu e os alunos), do qual me sinto segura em afirmar que, mesmo não obtendo os pontos suficientes para nos posicionarmos entre os cinco primeiros colocados, a Equipe Futuro da Nação ganhou e aprendeu muito durante todo este processo, por qual passou, mesmo que os alunos desconheçam a definição da Educação para o Século XXI:

. Os Cinco Pilares do Conhecimento:

. Aprender a Ser (Protagonismo Juvenil)

. Aprender a Conviver (Sentido de Equipe, aprendizagem Colaborativa)

. Aprender a Fazer (Agente ativo/Agente Produtor)

. Aprender a Aprender (Autonomia como agente receptor e produtor)

 
E mais, por todos eles, o aumento do interesse pela área de Geociências.

 Plagiando uma frase citada por uma colega, professora de Geografia, enviada à mim...
 
  "O real não está na saída nem na chegada:
ele se dispõe para a gente é no meio da travessia."
Guimarães Rosa   

domingo, 24 de novembro de 2013

Evento Tim Mix Cultural: Cem Anos de Vinicius de Moraes



Cartaz de Divulgação do Evento Escolar

Não acredito que haja alguém que conseguiu e consiga reunir tantos predicados, mesclando o erudito e popular, numa vida de poeta, escritor, cronista, crítico de cinema, compositor, cantor, dramaturgo e, ainda, diplomata, formado em Direito, como foi o imortal Vinícius de Moraes.
 
Em razão disso e de suas obras, as homenagens ao grande poeta, neste ano, não pararam até hoje.
 
Vitimado, no dia 9 de julho de 1980, por um edema pulmonar que aniquilou a sua chama e paixão pela vida, se Vinícius de Moraes ainda estivesse vivo teria completado 100 anos no dia 13 do mês passado (outubro).
 
Movido pela paixão, pelo trabalho, pela música, pelos sonetos e poemas, pela boemia, pelos amigos e pela beleza feminina, Vinícius de Moraes foi casado nove vezes e teve cinco filhos, sendo apenas um, filho homem (Pedro de Moraes).
 
Com esta mesma pretensão de prestar homenagem ao nosso famoso “poetinha”, forma carinhosa como Tom Jobim o chamava, o C.E. Jornalista Tim Lopes trabalhou o ano inteiro, em cima das obras dele, cuja culminância se deu com o evento TIM MIX, realizado no último dia 18 de novembro.
 
 

 

 
 
 
 







 
Complexo do Alemão

 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aquecimento Global - Prováveis Efeitos
 

 
Aumento do nível do mar
 

Seca
 

Aumento de doenças e de epidemias