domingo, 14 de agosto de 2016

Uma Homenagem a um Pai especial

 Meu pai, Walter Pinto de Oliveira 
(1929-1992)




LEMBRANÇAS DE MEU PAI
                                          Luis Alves


Pai que aos olhos da criança é herói
Pai que aos olhos do jovem é vilão
Pai que aos olhos do adulto é um amigo
Pai que aos olhos do velho é saudade

Quando eu te via como herói
Não sabia quase nada da vida
Sentia-me seguro ao seu lado
Eu só queria ser seu filho

Quando eu te vi como vilão
Pensava que já sabia tudo sobre a vida
Não queria proteção
Eu só queria ser herói

Quando eu te vi como amigo
Pude me dar conta dos erros cometidos
Foi quando realmente te conheci
Que entendi o sentido da vida

Quando me dei conta de sua falta
A idade já havia me alcançado
Você já não era mais herói, nem vilão
Nem amigo e nem solidão

Você virou soma de tudo aquilo que foi
De tudo aquilo que eu pensei que fosse
A síntese da vida que hoje eu vivo
A minha definição da palavra PAI!


Fonte: EsoteriKha

2 comentários:

Marianne Lima disse...

Nossa professora é tão lindo vê esse amor de pai e filha. Estava na casa do meu pai e acabei lendo o que a senhora escreveu pro meu pai, confesso que ele chorou (lembrando que meu pai é daquele tipo que não gosta de ser emocionar com nada).
Obrigada por fazer esse momento único!!

Nome:Marianne de Lima
Turma:1901

Marli Vieira de Oliveira disse...

Jura? Que legal! Eu também achei linda esta mensagem! Procurei na Internet e tive a sorte de encontrar e compartilha-la no Bloga. Beijos a você e ao seu pai!