sábado, 19 de março de 2016

Um Ato Simbólico de Cunho Ambiental chamado a Hora do Planeta

Imagem capturada na Internet


Daqui a poucos minutos, em um ato simbólico de apoio às questões ambientais, sobretudo, aos efeitos do Aquecimento Global, muitas pessoas em suas cidades, em seus respectivos países e continentes apagarão as lâmpadas de suas residências: a Hora do Planeta.
 
O mesmo efeito em prol desta Campanha será visível em diversos monumentos das principais cidades do mundo.
 
Embora pareça ser algo tão simples, de pouco ou nenhum efeito concreto em relação ao fenômeno do Aquecimento Global, a referida Campanha tem por objetivo principal conscientizar as pessoas acerca do problema em si.  E, com este direcionamento e o aumento de adesões à mesma, grandes serão as expectativas de ações concretas em benefício da sustentabilidade ambiental e, indubitavelmente, de nossa própria sobrevivência na Terra. Nossa e de todos os demais seres vivos.
 
Sabemos que não basta, apenas, a conscientização quanto às questões ambientais intrínsecas às causas e os efeitos do Aquecimento Global, não restam dúvidas, que este é o primeiro passo para que atitudes individuais e coletivas sejam tomadas, consubstanciando mudanças efetivas não só na melhoria dos padrões de vida, como também nas relações Homem x Natureza.
 
Estas questões sempre interferiram direta e/ou indiretamente, de forma negativa, no meio ambiente e, consequentemente, influenciaram e agravaram as condições climáticas do planeta, verificado a partir do aumento da temperatura média da Terra (Aquecimento Global).
 
Sendo assim e prol desta conscientização ambiental, hoje, as luzes srão apagadas durante 60 minutos, isto é, das 20h30 às 21h30.
 
Esta Campanha é uma iniciativa da Rede World Wide Fund For Nature, mais conhecida pela sua sigla WWF e seu logotipo, um Urso Panda. Ela é uma das mais conhecidas e influentes ONG’s ambientalista do planeta.

Esta Campanha "Earth Hour" (Hora do Planeta) teve início em 2007, na Austrália e, posteriormente, outros países passaram a participar, mobilizando a Campanha em seus respectivos territórios.
 
O Brasil participa desta Campanha desde 2009, acompanhando as estratégias de outros países apagando as luzes de vários monumentos e outros símbolos da cidade serão apagados durante sessenta minutos, à partir das 20h30.
 
Vamos participar, mas com a consciência clara que nossas atitudes devem primar pela conservação do meio ambiente e outros aspectos que não prejudiquem e agravem o fenômeno do Aquecimento Global.

terça-feira, 8 de março de 2016

08 de Março: Dia Internacional da Mulher



 Imagem capturada na Internet


Hoje se comemora o Dia Internacional da Mulher, data escolhida pela Organização das Nações Unidas, em 1975 e, definida em razão de um grave incidente na história de Nova York (EUA) em relação a um incêndio em uma fábrica de tecidos, que resultou na morte de várias operárias.
 
No entanto, tal como comentei em sala de aula, em pesquisa no ano passado, encontrei algumas divergências quanto o dia e o ano do incêndio. Durante este levantamento, inclusive, pude capturar imagens reais que comprovam os fatos.
 
Há anos trabalho a temática “Mulher” no 1˚ Bimestre, tendo em vistas as duas datas comemorativas referentes a esta, melhor dizendo, dia 08 de março (Dia Internacional da Mulher) e 30 de abril (Dia Nacional da Mulher). Em geral, com foco na mulher no mercado de trabalho e na sociedade, os preconceitos e as formas de violência que ela sofre em uma sociedade machista, a Lei Maria da Penha etc.
 
Para o ano em curso, os alunos da E.M. Dilermando Cruz irão realizar entrevistas com diferentes mulheres atuantes no mercado de trabalho, com exceção da turma do 6˚ Ano que, por serem menores, terão como foco as mulheres da Comunidade Escolar.
 
Neste contexto quanto as divergências dos dados do incêndio na fábrica de tecido em Nova York, sugiro a leitura do artigo publicado no ano passado por ocasião desta data comemorativa. Para acessa-la, clique AQUI!
 
E, embora, o dia esteja acabando, feliz Dia Internacional da Mulher!

sábado, 5 de março de 2016

Greve na Rede Estadual de Educação do Rio de Janeiro


 Imagem capturada na Internet (Fonte: Blog Educação Encarcerada) 

Como reflexo da insatisfação geral mediante à grande crise econômica e política, por qual o estado do Rio de Janeiro vem atravessando e seus efeitos sobre a própria rede de ensino e outras áreas sociais, milhares de professores estaduais e outros profissionais da Educação votaram pela continuidade da Greve, na última quarta-feira (02/03).
 
A Assembleia foi realizada na parte da manhã, às 10 horas, na Fundição Progresso, na Lapa e continuou até o início da tarde.




 
 Imagens do meu acervo particular
 
Após a Assembleia, os profissionais estaduais seguiram a pé pelas ruas do Centro, em passeata, até à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), na Rua Primeiro de Março, s/n.
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: O DIA)

 Eu estive na Assembleia, mas não pude continuar para ir até à ALERJ, saindo assim que foi aprovado o calendário de atividades da greve.

 Eu e a Profa. Simone Ribeiro Raposo (Português)

 Votação do Calendário da Greve

De acordo com o Boletim do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (SEPE) do Rio de Janeiro, as estimativas acerca do movimento, neste dia (02/03), foi em torno de 70% de profissionais mobilizados, com forte tendência a aumentar com a adesão dos demais profissionais da referida categoria.

A situação caótica por qual os profissionais da Educação e as Unidades Escolares estão passando, assim como outros servidores da mesma rede é resultado do grau de endividamento do estado, considerado o pior de todos.
 
Atrelado à má gestão política e econômica do atual governo (e do anterior também), o Rio de Janeiro não é o único estado brasileiro nestas condições, mas é – sem dúvida alguma – o de conjuntura mais grave.  Com isso, além dos atrasos dos pagamentos dos servidores e do parcelamento em cinco vezes do 13˚ salário, o governo mudou a data de pagamento dos salários para o sétimo dia útil e, ainda, propõe alterações no sistema previdenciário do funcionalismo estadual.
 
A crise, na verdade, afeta não só os professores estaduais e os alunos, mas todo o funcionalismo público, bem como os fornecedores, o pessoal terceirizados e, sobretudo, a população que dependem diretamente dos serviços básicos afetados pelos efeitos da mesma.
 
Vale ressaltar, aqui, sob o contexto da greve dos profissionais da Educação, a conscientização e participação direta do segmento aluno ao movimento, com forte presença na Assembleia e na passeata.
 
Alunos de diferentes Unidades Escolares e municípios, carregando faixas de protestos e grito de ordem contra a situação atual das escolas em termos de precariedade de infraestrutura, do quadro de Pessoal (funcionários públicos e/ou terceirizados), dos cortes de material de consumo, na redução da merenda, entre outros aspectos.
 
Verdadeiramente, eles fizeram uma grande diferença qualitativa à nossa luta. Conversei com alguns deles e me surpreendi com os posicionamentos e discursos politizados da maioria.


Alunos mobilizados e apoiando o movimento
Imagens do meu acervo particular
(com as devidas autorizações de uso)




 Alunos e ex-aluno de Magé
(CIEP 128, CIEP 260, C.E. de Magé e C.E. Visconde de Sepetiba)


Ex-aluno de Magé dando apoio com participação


Alunas do CIEP 409 - Bairro Coelho, São Gonçalo

sexta-feira, 4 de março de 2016

Datas Comemorativas: Mês de Março


 Imagem capturada no Facebook, crédito para Denise Martini


MARÇO
 
01. Aniversário da Cidade do Rio de Janeiro (2016/451 anos)
       Dia Internacional da Proteção Civil

02. Dia Nacional do Turismo

        Dia da Oração

03. Dia do Meteorologista

04. Dia Mundial da Oração

05. Dia do Filatelista Brasileiro

06. Dia Internacional do Optometrista

07. Dia dos Fuzileiros Navais

08. Dia Internacional da Mulher
        Dia da Criação da Casa da Moeda do Brasil (1694)

09. Dia Internacional do DJ

10.  Dia do Telefone
        Dia do Sogro

11. Dia Internacional das Vítimas do Terrorismo

12. Dia do Bibliotecário

13. Dia do Conservacionismo

14. Dia do Vendedor de Livros
       Dia Nacional da Poesia
       Dia dos Animais

15.  Dia da Escola
        Dia Mundial dos Direitos do Consumidor

16. Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas
       Dia Nacional do Ouvidor

18. Dia Nacional da Imigração Judaica

19.  Dia do Carpinteiro
        Dia do Marceneiro
        Dia de São José

21. Início do Outono
       Dia Internacional da Síndrome de Down
       Dia Internacional Contra a Discriminação Racial
       Dia Universal do Teatro

22. Dia Mundial da Água
 
23.  Dia Mundial da Meteorologia
 
25. Dia internacional da Solidariedade da Pessoa Detenta ou Desaparecida
 
26. Dia do Cacau
       Dia do Amigo Virtual

27.  Domingo de Páscoa
        Dia do Circo

28.  Dia do Diagramador

30. Dia Mundial da Juventude

31.  Dia da Integração Nacional
        Dia da Saúde e Nutrição
        Aniversário do Golpe Militar - 1964