sábado, 28 de janeiro de 2017

Dica de Exposição: The Art of the Brick

Imagem capturada na Internet


“A Arte faz com que sejamos pessoas melhores, 
precisamos dela para compreender o Mundo 
e sermos felizes. 
Não há dúvida de que viver sem Arte 
não é uma opção.”
Nathan Sawaya

Embora, o período das férias escolares esteja chegando ao fim, ainda, há alguns dias para visitar a Exposição “The Art of the Brick”, ou, “A Arte de Criar com Lego”, no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro.

A referida Exposição foi aberta no ano passado (17 de novembro) e seu encerramento estava agendado para o 15 de janeiro deste ano, mas a data foi prorrogada para o dia 05 de fevereiro. Por isso, quem ainda não teve a oportunidade de visitar e contemplar as criações com peças de Lego do artista estadunidense, Nathan Sawaya, tem mais que correr para não perder essa chance.

Eu mesma só tive a oportunidade de visitá-la, recentemente, neste período das férias de janeiro.

A Exposição “The Art of the Brick, criada em 2007, já passou por vários países do mundo, como a Bélgica, Países Baixos, Irlanda, China, Israel, Singapura, França, África do Sul, Austrália, Suíça e Espanha e chegou ao Brasil, em 2016, o primeiro país latino-americano a receber essa exposição itinerante.


Imagem do meu acervo particular


De acordo com o que foi noticiado, ao todo são 83 obras, entre esculturas e quadros, todos confeccionados com peças de Lego (referido como tijolo Lego). 

Segundo fontes de pesquisa, Nathan Sawaya, trabalhou para a Lego por seis meses e, após sair da empresa, abriu um Estúdio de Arte em Nova York (EUA), sendo reconhecido oficialmente como um Lego Certified Professional pelo LEGO Group (originária da Dinamarca).

O seu trabalho foi reconhecido e ganhou destaque nos EUA, em 2004, quando o artista venceu um concurso nacional para um profissional Lego Master Model Builder. Mas, foi só em 2007, que o mesmo realizou a sua primeira exposição no Lancaster Museum of Art (Pensilvânia, EUA).

Nathan Sawaya nasceu na cidade de Colville, no estado de Washington (EUA). É advogado por formação e trabalhou nesta área em uma grande empresa em Manhattan. De acordo com fontes de pesquisa, “brincar” de montar peças com os tijolos de Lego era uma forma de aliviar a sua tensão diária, ou seja, o stress de sua profissão.

Hoje, ele tem estúdio de arte, também, em Los Angeles, além de Nova York.


Nathan Sawaya
Imagem capturada na Internet
Fonte: Olybop


Vale muito a pena ver a Exposição, embora eu, particularmente, não tenha achado o espaço físico das salas do Museu Histórico Nacional adequado à mostra das peças, pois devido ao intenso fluxo de pessoas e disposição das mesmas, as salas tornam-se apertadas.

Mas, vale a pena! Suas obras de artes fascinam as pessoas de todas as faixas etárias, desde as crianças aos idosos.

A Exposição vai até o próximo domingo (05/02), lembrando que 2ª feira, o Museu não abre. O ingresso pode ser comprado na bilheteria ou on line.

Museu Histórico Nacional
Endereço: Praça Mal. Âncora, s/n° - Centro, Rio de Janeiro
Ingresso: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Crianças até 2 anos e professores da rede municipal de ensino não pagam.

. Horários
- Terça à sexta-feira: 10h00 às 17h30 (entrada até às 17h00)
- Sábado e domingo: 10h00 às 17h00 (entrada até às 16h30)             


Imagens do meu acervo particular




























Fontes de Pesquisa



Nenhum comentário: