segunda-feira, 4 de junho de 2018

E.M. Dilermando Cruz: Início da Campanha da Solidariedade 2018

Logotipo da Campanha da Solidariedade da
E.M. Dilermando Cruz

A I Campanha da Solidariedade de 2018 está começando, oficialmente, nesta semana, apesar de já termos nos reunido antes do feriado e já contarmos com algumas doações de gelatinas.
 
Algumas tarefas já foram cumpridas, como a fixação de avisos no interior da Unidade Escolar e na parte externa desta, bem como a preparação de cartazes para divulgação da Campanha e a pintura de cartões-bilhetes para os alunos menores (esta última já concluída).
 
Desta vez, a Turma responsável pela Campanha da Solidariedade da E.M. Dilermando Cruz  é a 1801 - a terceira a assumir tal compromisso desde 2016  e que deverá acompanhar a mesma até 2019, quando irão concluir o Ensino Fundamental II (9° Ano). No entanto, a turma não é a mesma. Durante esse período de tempo, ou seja, de 2016 a 2018, ela mudou radicalmente.
 
Eu mesma comentei neste espaço, no ano passado, que esta 3ª turma do Projeto está sendo um caso à parte, pois as duas anteriores, que vigoraram nos respectivos períodos, de 2007 a 2010 (1ª Turma) e de 2011 a 2014 (2ª Turma) só obtiveram mudanças devido a saída dos alunos reprovados e a entradas de novos.
 
No entanto, esta 3ª Turma foi a que mais sofreu mudanças em sua composição de alunos...
 
Em 2017, os alunos aprovados foram para a Turma 1701, a qual – por conta do alto número de reprovações no final do ano de 2016 – recebeu diversos alunos novos.
 
Para este ano (2018), além dos reprovados, a Direção da escola remanejou muitos alunos aprovados da turma e os separou em duas classes, a 1801 (oficialmente da Campanha) e a 1802.
 
Já havíamos perdidos, mais uma vez, alguns alunos por conta da reprovação, mas desta vez a situação configurada foi pior, pois separou totalmente o Grupo que era mais ativo nas tarefas da Campanha, desde 2016.
 
Comparando a turma a partir das fotos tiradas nestes três anos subsequentes (2016, 2017 e 2018) é possível verificar como o grupo sofreu grandes perdas ao longo dos anos. Não desmerecendo os discentes novos, é claro!
 
Turma 1601 (2016)
 
 
Turma 1701 (2017)

Turma 1801 (2018)
 
Mas, não restam dúvidas que isso significou uma ruptura no processo iniciado quando a turma ingressou no 6° Ano e, eu não posso e não tenho como reunir os alunos em um único e mesmo grupo.
 
E essa situação significa, também, que os novos alunos deste ano (2018), terão que aprender o “bê-á-bá” das etapas do projeto. No entanto, mais uma vez e graças a Deus, todos se mostraram receptivos à causa.
 
Vale ressaltar ainda, que os alunos da Turma 1801 foram notificados que contarão com a parceria das alunas Carla Cristina Amorim, Maria Eduarda Soares de Lima, Yasmim Soares Barbosa da Cruz e Ana Carolina Amorim, que são de outras turmas.
 
As três primeiras são minhas alunas e estão na Turma 1802. Somente a aluna Ana Carolina Amorim é que está em outra turma e não é minha aluna, neste ano, mas esta vai trabalhar junto com a sua irmã (Carla Cristina).
 
Tomei essa iniciativa e comuniquei a eles, tendo em vista que esse quarteto foi um dos que mais atuou nas Campanhas, nos dois anos anteriores. Basta ver pelos registros fotográficos...
 
Da esquerda para direita:
Maria Eduarda Soares, Ingrid Pessoa, Ana Carolina, 
Thaís Romualdo e Carla Cristina

Da esquerda para direita:
Ana Carolina, Giovanna Chibaia, Thaís Romualdo, Carla Cristina,
Ingrid Pessoa e Maria Eduarda Soares

Da esquerda para direita:
Carla Cristina, Yasmin Soares, Thaís Romualdo e Ana Carolina
 
  
Pois bem, já realizamos uma Reunião no dia 22/05, na qual ficou estabelecido que:
- O aluno João Pedro Galdino continuará como tesoureiro da Campanha e responsável pela arrecadação de R$ 2,00 de cada aluno da turma, em cada edição semestral, a fim de comprarmos brinquedos novos para as duas Instituições beneficiadas. Este valor foi fixado no ano passado e eu mesma, com a concordância de todos, achei melhor não aumentar;
 
- A contribuição de cada aluno da turma, em termos de gênero alimentício, será mantida em 02 (duas) gelatinas em pó, no mínimo. O aluno poderá doar uma quantidade maior se quiser e, também, optar por doar o Leite em pó, também;
 
- Foram elaboradas, também, listagens de alunos que iriam assumir a confecção dos cartazes, a pintura dos “cartões-bilhetes (já concluídos) e as visitações às salas de aula (divulgação da Campanha).
 
Amanhã será realizada a 2ª Reunião para definirmos alguns detalhes que faltam e, assim sendo, constarão na pauta desta:
- A escolha da aluna responsável pelo controle das doações de gelatinas dos alunos da turma. A escolha será por votação de todos os alunos presentes;
 
- O estabelecimento da meta a ser alcançada na I Campanha da Solidariedade de 2018, tanto em número de gelatinas quanto de leite em pó;
 
- A apresentação da Mascote da Campanha, a Letina (que foi confeccionada pelo aluno João Pedro e escolhida – por votação – pela turma);
 
Concurso da Mascote da Campanha
Concorrentes e suas respectivas obras:
Ana Carolina Amorim e João Pedro Galdino 


Letina, a mascote vencedora
 
- Propostas de novas estratégias para angariarmos mais donativos, tendo em vista que a Copa deste ano (Rússia) poderá atrapalhar a nossa Campanha;
 
- Os brinquedos: estes serão angariados apenas entre os alunos e professores da Unidade Escolar, podendo serem usados (em bom estado de conservação) e/ou novos, adquiridos através de compra com o dinheiro arrecadado pela turma acrescido pelo quantitativo de minha parte.
 
Serão mantidas as duas Instituições ligadas ao tratamento do câncer, beneficiadas pelas arrecadações semestrais da Campanha da Solidariedade: Hospital Mário Kröeff (Penha Circular) e Casa de Amparo à Criança com Câncer - São Vicente de Paulo (Irajá).
Assim concluindo...
 
Dou por iniciada – oficialmente - a nossa I Campanha da Solidariedade de 2018, com encerramento previsto para início de julho, podendo ser prorrogada mediante o não atingimento da meta a ser determinada, amanhã.
 
O passo inicial já foi dado, pois já temos 40 unidades de gelatina em pó e 10 sacos de leite integral. Espero que a participação maciça da Comunidade Escolar faça com que esta Edição da Campanha nos surpreenda e supere a meta a ser estabelecida.

Nenhum comentário: