sexta-feira, 6 de julho de 2018

Dica de Vídeo: Vida na Caatinga Seca e na Caatinga Verde

Vida e Morte na Caatinga (Calango-Lengo”)
Imagem capturada na Internet
Fonte: Estadão

Como dica de vídeo, contextualizado a um tópico geográfico abordado nas turmas do 7° Ano do Ensino Fundamental, estou compartilhando o desenho animado “Calango-Lengo”, dirigido por Fernando Miller, em 2008. Este é tratado como o primeiro desenho animado com tema nordestino. Não sei se isso procede.
 
O vídeo é bem interessante e o seu foco em um bioma típico do Sertão Nordestino (clima semiárido), a Caatinga. Sua história se desenvolve sob a relação de enfrentamento da vida com a morte diante do período de seca na Caatinga, representada por duas espécies da fauna local (a cabra e o calango, espécie de lagarto), assim como a forte religiosidade do povo do Nordeste (Católica).
  
Vida e Morte na Caatinga (Calango-Lengo”)
Imagem capturada na Internet
Fonte: YouTube

Com cerca de 800 Km2, a Caatinga ou Mata Branca ocupa 11 % do território brasileiro e 70 % da área da região Nordeste, ocorrendo nos estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí, além de uma pequena parte de Minas Gerais, na região Sudeste.
 
Sua vegetação é resistente e adaptada às condições ambientais adversas do Sertão Nordestino, cujo clima é o semiárido, marcadas pela aridez do solo e pela escassez de chuvas. Os índices pluviométricos (chuvas) são baixos, concentrando o período de chuvas de 4 a 5 meses do ano.
 
Mas, ao contrário do que se pensa, sua vegetação não é pobre, caracterizando-se por uma grande riqueza de espécies vegetais, inclusive, em termos de endêmicas (específicas da região).
 
E esse aspecto relacionado a sua dinâmica ambiental é muito bem retratado no vídeo. No primeiro momento, ele mostra o referido bioma no período de estiagem, quando o mesmo é chamado de Caatinga Seca, tendo em vista que suas espécies arbustivas ficam praticamente sem folhas. No segundo momento, após os primeiros pingos de chuva, a vegetação renasce e mostra a sua grande riqueza e diversidade. É o período da Caatinga Verde.

Vale a pena assistir! Para assistir, clique AQUI!

Nenhum comentário: