domingo, 8 de junho de 2014

Fixando a Matéria: Geografia Física (Vegetação)




01. Um bioma terrestre se caracteriza por localizar-se em regiões quentes e úmidas, baixas latitudes, com vegetação higrófila, latifoliada e heterogênea. Fazem parte desse bioma espécies vegetais de grande e médio porte, como o mogno, o jacarandá, a castanheira, o cedro, a imbuia e a peroba, além de palmáceas, arbustos, briófitas e bromélias.


(MOREIRA, J. C. SENE, E. de. Geografia Geral e do Brasil: Espaço Geográfico e Globalização. São Paulo: Scipione, 2005, p. 139 – Texto adaptado.)

A formação vegetal que compõe o bioma acima é denominada floresta:
(a) Temperada
(b) de coníferas
(c) Subtropical
(d) Pluvial tropical
(e) Estacional

02. (ENEM/2011) A Floresta Amazônica, com toda a sua imensidão, não vai estar aí para sempre. Foi preciso alcançar toda essa taxa de desmatamento de quase 20 mil quilômetros quadrados ao ano, na última década do século XX, para que uma pequena parcela de brasileiros se desse conta de que o maior patrimônio natural do país está sendo torrado.

AB’SABER, A. Amazônia: do discurso à práxis. São Paulo: EdUSP, 1996
 

Um processo econômico que tem contribuído na atualidade para acelerar o problema ambiental descrito é:

(a) Expansão do Projeto Grande Carajás, com incentivos à chegada de novas empresas mineradoras.
(b) Difusão do cultivo da soja com a implantação de monoculturas mecanizadas.
(c) Construção da rodovia Transamazônica, com o objetivo de interligar a região Norte ao restante do país.
(d) Criação de áreas extrativistas do látex das seringueiras para os chamados povos da floresta.
(e) Ampliação do polo industrial da Zona Franca de Manaus, visando atrair empresas nacionais e estrangeiras.
 
03. (PUC-SP - Modificado): O texto abaixo refere-se à qual formação vegetal?
“De origem bastante discutida, essa formação é característica das áreas onde o clima apresenta duas estações bem marcadas: uma seca e outra chuvosa, como no Planalto Central. Ela apresenta dois estratos nítidos: um arbóreo-arbustivo, onde as espécies tortuosas têm os caules geralmente revestidos de casca espessa, e outro herbáceo, geralmente dispostos em tufos”.
(a) Floresta tropical
(b) Caatinga
(c) Formação do Pantanal
(d) Mata semiúmida
(e) Cerrado
 
04. (UFSC 2010 - Modificado): Sobre as formações fitogeográficas ou Biomas existentes no Brasil, sabemos que:
I. O Cerrado é uma formação fitogeográfica caracterizada por uma floresta tropical que cobre cerca de 40% do território brasileiro, ocorrendo na Região Norte.
II. A Caatinga é caracterizada por ser uma floresta úmida da região litorânea do Brasil, hoje muito devastada.
III. O Mangue ocorre desde o Amapá até Santa Catarina e desenvolve-se em estuários, sendo utilizados por vários animais marinhos para reprodução.
IV. O Pampa ocorre na Região Centro-Oeste onde o clima é quente e seco. A flora e a fauna dessa região são extremamente diversificadas.
V. A Floresta Amazônica está localizada nos estados do Maranhão e do Piauí e as árvores típicas dessa formação são as palmeiras e os pinheiros.
VI. O Pantanal ocorre nos estados do Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso, caracterizando-se como uma região plana que é alagada nos meses de cheias dos rios.
VII. A Mata Atlântica é uma formação que se estende de São Paulo ao Sul do país, onde predominam árvores como o babaçu e a carnaúba, e está muito bem preservada.

As opções corretas são:
(a) I, II e IV
(b) II e III
(c) III, VI e V
(d) apenas a III
(e) III e VI

05. “Se você cruzasse, a pé, o Alasca e o Canadá, a Escandinávia e a Sibéria, estaria sempre na mesma floresta’, diz o ativista Dom Sullivan.”
Esta Floresta descrita, que representa 1/3 das matas existentes na terra e está representa:
(a) A floresta Galeria
(b) A floresta Tropical
(c) A floresta Temperada
(d) A floresta Amazônica
(e) A floresta Boreal

06. As coníferas, com o formato característico de suas copas e folhas, tão bem representadas pela tradicional “árvore de Natal”, são, em sua grande maioria, espécies vegetais de:
(a) climas quentes e úmidos.
(b) florestas sombrias e pluviais.
(c) regiões polares e elevadas montanhas.
(d) climas frios e temperados.
(e) regiões semiáridas e desérticas.
 
07. (UFRPE): O desenho a seguir retrata um importante domínio morfoclimático brasileiro. Com relação a esse domínio, é correto dizer que ele:

(a) surge dominantemente em climas subtropicais secos, particularmente no Nordeste brasileiro.
(b) apresenta uma vegetação tipicamente hidrófila, especialmente no Sertão.
(c) possui solos bem desenvolvidos, sobretudo nas encostas e inselbergues, mas com pobreza de recursos nutrientes.
(d) tem formações vegetais consideradas xerófilas, adaptadas, portanto, ao déficit hídrico.
(e) apresenta uma estação seca que se estende por até três meses, dificultando o desenvolvimento da vegetação herbácea.
 
08. (PUCPR): As florestas tropicais, a despeito das leis ambientais e da criação de parques e reservas, continuam sendo reduzidas em suas áreas, por conta da devastação de seus recursos naturais.
Confira as características abaixo que se relacionam com as florestas tropicais do globo:
1. Ombrófilas.
2. Elevada biodiversidade.
3.  Homogeneidade de espécies.
4.  Elevada pluviosidade.
5.  Espécies latifoliadas.
6. Caducifólias.
7. Baixo índice de evapotranspiração.
8. Apresenta vários estratos.

Assinale a alternativa que contém as características das florestas tropicais.
(a) 1 – 2 – 4 – 5 – 8
(b) 2 – 4 – 6 – 7 – 8
(c) 1 – 3 – 5 – 6
(d) 3 – 4 – 5 – 7
(e) 2 – 3 – 4 – 7 – 8
 
09. (UFG) A Mata das Araucárias cobria, nas primeiras décadas do século XX, quase todo o território dos estados do Paraná e de Santa Catarina, além de boa parte do estado do Rio Grande do Sul. Hoje, essa vegetação original está reduzida a, apenas, 20% da sua extensão.

Identifique a opção que explica essa brutal redução.
(a) A densa e veloz urbanização regional que provocou o desmatamento das áreas de araucária para dar lugar aos atuais subúrbios metropolitanos.
(b) O plantio extensivo de eucaliptos que, por possuir maior valor econômico, passou a concorrer com a araucária pelo uso do solo regional.
(c) As mudanças climáticas sucessivas que alteraram o ecossistema regional e reduziram as condições naturais de florescimento da araucária.
(d) O desmatamento provocado pela exploração em grande escala do pinheiro-brasileiro e a expansão territorial da agricultura comercial.
(e) A migração do litoral para o interior da Região Sul, promovendo uma ocupação desordenada das terras e difundindo o uso da queimada na agricultura.
 
10. Na África, encontramos diversos tipos de vegetação, adaptadas às variações climáticas, mas o tipo de vegetação mais característico desse continente, que abrange 40% de sua área e que chegou até mesmo a ser divulgado por meio de filmes e de histórias em quadrinhos de conteúdo colonialista, como Tarzan e Fantasma, é a:
(a) Floresta equatorial
(b) Estepe
(c) Savana
(d) Vegetação desértica
(e) Vegetação mediterrânea
 
11. A paisagem é marcada pela presença de vegetação rasteira, com liquens e musgos, e animais adaptados a temperaturas extremamente frias, como a rena e o urso polar. Os verões são frios e curtos, mas os dias de verão são longos. Nessa estação, a vegetação cresce, floresce e frutifica rapidamente.
O bioma a que se refere o texto acima:
(a) Campo temperado
(b) Tundra
(c) Taiga
(d) Estepe
(e) Floresta de coníferas

12. Leia com atenção o texto a seguir.
"É formação vegetal característica das áreas em torno do paralelo 40°, ocorrendo em áreas de clima com quatro estações bem definidas. As espécies apresentam alto porte e são de folhas decíduas".
 O texto se refere a:
(a) Coníferas
(b) Florestas temperadas
(c) Tundra
(d) Florestas pluviais
(e) Taiga
 
13. (FGV) O bioma, que ocupa 22% do território brasileiro, já perdeu quase 1 milhão de quilômetros quadrados, cerca de 48% de sua cobertura total. Somente entre 2002 e 2008, foram desmatados 85 075 quilômetros quadrados, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente.
Em todo o bioma, a expansão das lavouras de cana-de-açúcar e de soja, além da produção de carvão e das queimadas (naturais ou provocadas), são os principais fatores de desmatamento. A pecuária também tem contribuição significativa para a sua destruição, principalmente por causa do modelo de produção extensivo, que chega a destinar mais de um hectare para cada boi.
O texto refere-se:
(a) à caatinga
(b) à mata atlântica
(c) ao cerrado
(d) ao pantanal
(e) aos campos
 

14. (ENEM-2003) Sabe-se que uma área de quatro hectares de floresta, na região tropical, pode conter cerca de 375 espécies de plantas enquanto uma área florestal do mesmo tamanho, em região temperada, pode apresentar entre 10 e 15 espécies.

O notável padrão de diversidade das florestas tropicais se deve a vários fatores, entre os quais é possível citar:
(a) altitudes elevadas e solos profundos
(b) a ainda pequena intervenção do ser humano
(c) sua transformação em áreas de preservação
(d) maior insolação e umidade e menor variação climática
(e) alternância de períodos de chuvas com secas prolongadas

15. (PUCPR): Chamam-se HOTSPOTS as áreas ricas em biodiversidade, com pelo menos 1500 espécies endêmicas e fortemente ameaçadas pelas atividades humanas. Esse conceito foi criado pelo ecólogo Norman Myers (1988) como indicador para priorizar quais locais do mundo receberiam maior atenção para os programas de conservação. Há 34 hotspots no mundo, dois estão em território brasileiro. São eles:
(a) Floresta Amazônica e Cerrado.
(b) Floresta Amazônica e Caatinga.
(c) Cerrado e Mata Atlântica
(d) Floresta Amazônica e Mata Atlântica.
(e) Caatinga e Cerrado.
 
Gabarito:
01.  (d)
06. (d)
11. (b)
02. (b)
07. (d)
12. (b)
03. (e)
08. (a)
13. (c)
04. (e)
09. (d)
14. (d)
05. (e)
10. (c)
15. (c)
 
 

 



 

Nenhum comentário: