domingo, 1 de fevereiro de 2009

Ínicio do Ano Letivo






Faltam poucos dias para o início das aulas. Na verdade, para nós – professores da rede pública estadual e municipal – as férias terminam hoje. Amanhã é o dia de apresentação e início do planejamento.

As aulas nas escolas da rede municipal do Rio de Janeiro começam na próxima 4ª feira (04/02) e na rede estadual, o seu início está marcado para o dia 09/02 (2ª feira).

Embora, a sensação seja de que o período das férias escolares não foi suficiente para descansar, realizar as tarefas pessoais e/ou profissionais pendentes, entre outros, “vamos em frente, que a hora é esta!”

Para começar devo dizer que, ainda, não consegui atualizar o meu Blog, porque estive envolvida com outras coisas que acabaram me ocupando e me impedindo de centrar a atenção no trabalho com o Blog.

Além de ter sido dona de casa em tempo integral, fui mordida na mão pelo meu próprio cachorro (estou sem falar com ele por esta razão), estive atrás de escola estadual no município do Rio (estou tentando remanejamento da escola de Duque de Caxias por Amparo Especial); fiz rodízio com as minhas irmãs para olhar a nossa mãe (ela tem sequelas de um AVC); estive a procura de apartamento para alugar (um maior, com três quartos); marquei consulta a médicos (eu e minha filha) e, o mais agradável, o lado social e familiar (sair com minha filha e marido para ir ao shopping, ao cinema, almoçar fora etc.).

Para complicar mais ainda, meu computador apresentou problemas (vírus).

É claro que, em minha opinião, as férias foram insuficientes. Com certeza! Mas, a expectativa do Novo Ano vale, também, para o lado profissional junto às duas escolas em que trabalho. Por isso, estou animada com o início do ano letivo.

Ainda não sei quais as turmas que pegarei em ambas as escolas. Só saberei amanhã, na Reunião Geral.

Para iniciar com o pé direito, vou compartilhar dois textos interessantes sobre o “bom aluno” e o “bom professor”.





Imagem capturada na Internet



BOM ALUNO

O que é um bom aluno?

Um bom aluno é um aluno que gosta da escola porque quer aprender. Gosta de ouvir os professores discorrer sobre as matérias leccionadas, gosta de conversar com os professores e com os colegas. Sabe que o tempo que passa na escola é precioso porque vai formá-lo globalmente, como cidadão deste país. Gosta de brincar, de conversar, de se divertir, mas nos momentos certos.

O bom aluno traz para a escola o material adequado a cada aula, porque vai necessitar dele para as tarefas em cada aula. O livro é necessário, o caderno também, a máquina de calcular faz falta, a esferográfica, o lápis, a borracha, etc., são indispensáveis. Quando não se traz o livro, há uma parte da matéria que se perde, há a tendência para conversar com o colega do lado, etc., etc..

O bom aluno está atento nas aulas e questiona, no momento, o professor sobre os pormenores menos claros. O bom aluno está sempre disponível para executar as tarefas necessárias, em cada aula.

O bom aluno não se recusa a ir ao quadro. Até gosta, porque mostra aos colegas que sabe e diz como se faz. Fica satisfeito e a sua auto-estima agradece!

O bom aluno não gosta de conflitos nem de confusão. Fica aborrecido e nervoso com as situações criadas por outros colegas.

O bom aluno pede ao professor problemas para resolver em casa. Às vezes é tímido para fazê-lo. Geralmente é o primeiro a concluir as tarefas pedidas na aula.

O bom aluno tenta ajudar os colegas com mais dificuldades e que lhe solicitam ajuda. O bom aluno é, certamente, uma boa ajuda para os professores, não só por ajudar alguns colegas, mas como fator de estabilização da turma.

O bom aluno é um exemplo para os colegas, mostrando como se deve fazer, colocando os colegas a refletirem sobre o seu exemplo. Porquê ser bom aluno se é mais divertido fazer o papel de mau aluno!

O bom aluno gosta de ver o seu trabalho recompensado. Ele trabalha com um objetivo definido (por ele e, geralmente também, pela família) e gosta que os professores reconheçam esse seu trabalho. Por isso, às vezes, alguns destes alunos discutem com o professor a nota que tiveram ou vão ter.

O bom aluno é pontual e assíduo. Sabe que há regras que têm de ser cumpridas e não gosta de ser advertido pelos professores. Sabe também que a avaliação do seu trabalho tem diferentes componentes, sendo a pontualidade e a assiduidade duas delas. Além disso, ele tem uma imagem a defender.

O bom aluno tem geralmente boas notas às diferentes disciplinas. Ele foi adquirindo competências transversais que lhe são muito úteis em todas as disciplinas (métodos de trabalho, organização do trabalho, atitudes e valores, etc.).

O bom aluno é organizado e metódico. Tem apontamentos bem organizados nos cadernos e com qualidade. Há alunos que não querem, ou não sabem, tirar apontamentos e não se preocupam em mantê-los organizados.

O bom aluno estuda diariamente as matérias de cada disciplina. Deste modo, na véspera dos testes já tem as matérias estudadas, basta-lhe recapitular calmamente cada assunto. Este método tem uma grande vantagem que reside no fato de o aluno aproveitar muito mais cada aula a que assiste, pois está sempre ‘em cima’ dos assuntos!

O bom aluno sabe, desde muito novo, que pode escolher uma dada profissão, pois começou muito cedo a trabalhar para ela.


Fonte: BomAluno JMatias 25/11/06


Imagem capturada na Internet



PROFESSOR HOJE


Bom professor é aquele que valoriza todas as potencialidades do aluno. Este precisa sentir que é aceito, amado e respeitado. Sua atividade deve ser uma manifestação de ternura e vigor.

O bom professor, na construção do coletivo em sala de aula, educa para a responsabilidade, desenvolvendo a auto-estima e a autoconfiança.

O bom professor não sabe apenas transmitir conhecimentos, mas é o motivador, o articulador, o doador, o esclarecedor.

O bom professor é alguém que leva o aluno a reconstruir suas estruturas e a construir outras novas, não levando simplesmente à memorização e acumulação passiva de informações.

O bom professor implementa, cria e aplica atividades interessantes, ricas e variadas, em função das características, necessidades e realidades dos alunos aos quais serve.

O bom educador planeja e troca experiências com seus alunos, recupera e trabalha com a fala e as hipóteses destes, para melhor avaliar seu trabalho. Ele é capaz de coordenar esse processo que favorece o trabalho coletivo.

O educador consciente da importância do seu trabalho, da sua função, enfatiza, valoriza e incentiva o pensamento e a criatividade do aluno na resolução de situações diversas.

Todo bom educador assume o papel de problematizador, para que os alunos busquem novas conclusões, através do conflito. Dessa forma, ele leva o aluno a observar, comparar, classificar, analisar, sintetizar, interpretar, criticar, imaginar, aplicar, concluir, transferir, decidir...

Este educador, para oferecer uma aprendizagem de qualidade ao aluno, mantém um compromisso permanente:

• com a melhoria do que ensina (valores, habilidades e conhecimentos);

• com a melhoria de como ensina (métodos, técnicas);

• com a melhoria dos materiais que usa para ensinar (livros, jornais, vídeos...);

• com a melhoria das estratégias de avaliação (desempenhos, projetos etc.);

• com a utilização de variadas tecnologias de aprendizagem e de ensino, na intenção de enriquecer a sua prática pedagógica;

• com a participaçao em eventos, cursos de capacitação e atualização, de crescimento humano, social e profissional.

O bom educador não convive com fracassos, não avalia baseado no medo, nas notas, no erro, na crítica pura dos pontos fracos.

O bom educador, ao contrário, constrói um clima de estimulação, cooperação, autonomia, parceria, confiança e sucesso do aluno.

O bom educador, por fim, em uma sociedade transformadora e em constantes mudanças, forma cidadãos críticos e atuantes, trabalhando o aluno na sua totalidade e individualidade.

O bom educador promove assim um processo educativo que satisfaz e capacita o aluno a poder intervir, transformando e melhorando a sua sociedade.

Fonte: Instituto Vicente Pallotti


3 comentários:

Profª. Rosa disse...

Olá Marli, tudo bem?
Sou professora de geografia em São José dos Campos/SP. Navegando pela net te encontrei. Parabéns pelo blog.
Abraços.

Loren disse...

olá professora achei o site muito interessante gostei muito parabens;
Loren Pinheiro.

Karine disse...

Olá Marli! Adorei o site, tenho certeza que servirá como elemento norteador em minhas atividades! Sou licenciada em Geografia e irei trabalhar com nível médio...surgiu dúvida quanto aos conteúdos que devo trabalhar em cada série já que os livros não especificam. Será que poderia me ajudar? Agradeço.