quinta-feira, 7 de abril de 2011

07 de Abril: Tragédia na Escola Municipal, um Dia de Comoção e Dor na Cidade do Rio de Janeiro


Texto atualizado às 18h35.

Não há muito que falar, não há palavras que possam expressar os sentimentos de tristeza e dor que rondam o fato de hoje, até porque há muitos pontos em comuns e nos sentimos tal como fizemos parte do cenário.


Rede de Ensino Público Municipal, alunos do II Segmento do Ensino Fundamental, Unidade Escolar aberta à comunidade externa e, sobretudo, a fragilidade em termos de segurança pela qual se encontram as nossas escolas (fácil acesso de pessoas portando armas).

É evidente que o caso foi algo excepcional, sem precedente na história do nosso município e do país, em Unidade Escolar. Em nosso imaginário vêm à tona as lembranças de diversos casos – similares - em território estadunidense (EUA). Podemos até relembrar o caso que houve em um cinema de São Paulo, mas a tragédia que ocorreu na Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, na Zona Oeste do município do Rio de Janeiro é algo atemorizante e que choca qualquer um. Não há quem não tenha ficado enternecido com a tragédia.

E, como muitos especialistas apontaram, inclusive, em entrevista a rede de televisão, o “pano de fundo” de ações como estas, mostra um perfil dos atiradores em massa marcado pela introspecção em suas relações sociais, de condição de vítima de bullying no passado e, devido a estratégia utilizada em alcançar o seu objetivo (uso de armas de fogo), de forte atração por assuntos paramilitares. São indivíduos com problemas mentais, mas, por favor, não interpretem que todas as pessoas com problemas mentais e/ou tenham sido vítimas de bullying, necessariamente, apresentam ou vão apresentar, no futuro, este perfil.

Além da escritora e especialista em crimes violentos e assassinatos em série, Ilana Casoy, outros especialistas na área de psiquiatria e psicologia alertaram sobre a importância do papel da família em termos de observação direta do comportamento dos filhos e até da escola em termos da prática de bullying. 

A preocupação não deve ser direcionada apenas aos agressores, mas deve perpassa também ao nível das vítimas, que podem desenvolver um sentimento de mágoa e de raiva por muitos anos. E, dependendo de seu amadurecimento e segurança pessoal, os efeitos destas agressões podem se manifestar em ações agressivas, tal como esta que ocorreu na Escola Municipal Tasso da Silveira.

Eu sou professora da rede e minha filha também é aluna. A consternação é grande. Os sentimentos de dor e de tristeza são bastante profundos...

10 comentários:

Matheus Santos 1010 disse...

é muito triste..
estou sem palavras para descrever este acontecimento.
Que Deus cuide dessas crianças e a família delas...

Forças para as famílias das vítimas.

O Brasil e todo o Universo está de LUTO.

Beijo e fique com deus.

C.E Sônia Regina Scudese.

Juliana Carla disse...

so pesso a DEUS que ore pela vida dessas crianças,e forças para as maes dessas crianças que estao precisando de muita força nesse momento de dor,espero que onde esse cara estiver veja o que ele vez com essas vitimas que so apenas estava na quela escola aprendendo a le e a escreve!!!! beijo e fica na paz de DEUS

Anônimo disse...

eu fico imaginando nos deixamos nos filhos na escola e pensamos que estao seguro .isso acontece detro da escola ha tds as maes muita força sei que dificil mas DEUSe maior ele vai da força pra vcs nessa hora..o mundo ta de luto pq ali morreram crianças inocentes.pensando num futuro melhoor mas chegou alguem acabou com esses sonhos......mas DEUS tem muitas coisas boas ...bjs paz paz nunca desistar de lutar....

Anônimo disse...

meu deus que dor essas maes ta sentido agora inocentes morreram sem msm saber o motivo que ta sendo mortos eu chorei pq sao pessoas inocentes..nem se defender sabiam....meu deus cuidar bem de cada mae pai familia perderam seus entes queridos....karina

Anônimo disse...

força para a família dessas vitimas!!

Anônimo disse...

hj foi um dia muito triste...

espero que isso não aconteça mais em lugar nenhum.. nunca mais..

Anônimo disse...

pessoas que n tem nada haver com os problemas pessoais desse individuo

é lamentável esse acontecimento

Rubens disse...

É de muito pesar e desolação um fato como esse, sou professor e sei que isso poderia acontecer em qualquer escola do país, fato esse atípico à nossa realidade. A violência está extrapolando a barreira da lógica e da compreensão. Precisamos de paz, paz entre os povos e amor no coração.
Que Deus cuide dessas crianças e dê o conforto a essas famílias.

DIANA SERGIPE disse...

é lamentavel a perda dos alunos q pensavam no futuro.onde teve um criminoso q acabou com as vidas dessas pessoas queridas,mas q deus esteja com vocês,onde ele tá no inferno e q só o demônio está com ele.familias só deus vai dar o consolo.luto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!alunos vocês são anjos

Anônimo disse...

QUE DEUS DE FORÇA AS FAMÍLIAS DAS CRIANÇAS,FICO MUITO TRISTE E PENSO.QUAL SERÁ A PROVIDENCIA QUE OS GOVERNANTES IRÃO TOMAR? ACHO QUE UM POLICIAL EM CADA ESCOLA, SERIA BOM.