sábado, 9 de março de 2013

Charge: Violência contra a Mulher


Não há o quê contestar, infelizmente! As estatísticas comprovam o "pré-conceito" que marca - até hoje - a nossa sociedade (machista) através do número elevado de agressões físicas e verbais, dos casos de assassinato de mulheres, nos registros em Boletins de Ocorrências em Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher, entre outros dados.

A ação covarde contra a mulher não só parte do marido, do companheiro, do namorado ou qualquer outro adulto do sexo masculino. A cultura machista é passada de geração em geração, moldando - inclusive - o comportamento de crianças e adolescentes 
 
Eu, como professora docente, já ouvi da própria mãe, que ela não poderia intervir na indisciplina do seu filho do Ano (antiga 7ª rie), em sala de aula, porque o mesmo batia nela (o aluno era bem mais alto que a mãe). Um absurdo!
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Facebook Geografia Visual) 

Nenhum comentário: