terça-feira, 25 de novembro de 2008

Dicas de Músicas: Dia da Consciência Negra

Estou aproveitando o espaço para disponibilizar as letras e vídeos de algumas músicas que foram cantadas no Evento da escola em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra e, aproveito, para sugerir outras que tratam da mesma temática.
 
AQUARELA DO BRASIL
                                   Composição: Ary Barroso


Brasil!Meu Brasil Brasileiro
Meu mulato inzoneiro
Vou cantar-te nos meus versos
Oh Brasil, samba que dá
Bamboleio, que faz gingá
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor...

Brasil, prá mim
Prá mim, prá mim

Ah, Abre a cortina do passado
Tira a mãe preta do cerrado
Bota o rei congo no congado
Brasil, prá mim
Prá mim, prá mim

Deixa! Canta de novo o trovador
A merencória à luz da lua
Toda canção do meu amor
Quero ver essa dona caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado...
Brasil, prá mim

Prá mim, prá mim
Brasil

Brasil! Terra boa e gostosa
Da morena sestrosa
De olhar indiferente
Oh, Brasil samba que dá
Bamboleio, que faz gingá
O Brasil do meu amor

Terra de Nosso Senhor...
Brasil, prá mim
Prá mim, prá mim

Oh, Esse coqueiro que dá côco
Onde eu amarro minha rede
Nas noites claras de luar
Brasil, prá mim
Prá mim, prá mim

Ah! Por essas fontes murmurantes
Onde eu mato a minha sede
Onde a lua vem brincar
Ah! Esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil Brasileiro
Terra de samba e pandeiro...
Brasil!Meu Brasil Brasileiro
Brasil, prá mim
Prá mim, prá mim



CANTO DAS TRÊS RAÇAS
                                                                      Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro

Ninguém ouviu
Um soluçar de dor

No canto do Brasil
Um lamento triste
Sempre ecoou
Desde que o índio guerreiro
Foi pro cativeiro
E de lá cantou
Negro entoou
Um canto de revolta pelos ares
No Quilombo dos Palmares
Onde se refugiou

Fora a luta dos Inconfidentes
Pela quebra das correntes
Nada adiantou
E de guerra em Paz
De paz em Guerra
Todo o povo dessa terra
Quando pode cantar
Canta de dor
ô, ô, ô, ô, ô, ôô, ô, ô, ô, ô, ôô, ô, ô, ô, ô, ôô, ô, ô, ô, ô, ô

E ecoa noite e dia
É ensurdecedor
Ai, mas que agonia
O canto do trabalhador
Esse canto que devia
Ser um canto de alegria
Soa apenas
Como um soluçar de dor


SORRISO NEGRO

Um sorriso negro,
Um abraço negro
Traz... Felicidade
Negro sem emprego, fica sem sossego
Negro é a raiz da liberdade... (BIS)

Negro é uma cor de respeito
Negro é inspiração
Negro é silêncio, é luto
Negro é...
A solução
Negro que já foi escravo
Negro é a voz da verdade
Negro é destino é amor
Negro também é saudade.. (um sorriso negro !)
Refrão




NEGRO É RAÇA
                                                 Valdeci Alves de Almeida


Preto é cor
Negro é raça
Pelo meu valor
Eu brigo de graça... aaaaah!

A minha indignação
Sempre vai se indignar
Com a discriminação
Sem punição exemplar
Não aboliram a escravidão
Só tornaram mais velada
Uma lei na Constituição
Não nos garante nada... oooooh!

REFRÃO

Nas filas de desemprego
Tribunais, urnas, escolas
O racismo contra o negro
Em todo canto deita e rola
É preciso admitir
E lutar contra o preconceito
Só a união para garantir
Respeito aos nossos direitos... oooooh!

REFRÃO

Zumbi dos Palmares, Martin Luther King, Mandela, Bob Marley...
Martin dos Palmares, Mandela Luther King, Zumbi Bob Marley...
Mandela dos Palmares, Zumbi Luther King, Martin Bob Marley...
BIS

Preto é cor
Negro é raça
Pelo meu valor
Eu brigo de graça... aaaaah!
 
Outras músicas:

. Racismo é Burrice (Gabriel O Pensador)

. Todo Camburão tem um Pouco de Navio Negreiro (Marcelo Yuka)

. Zumbi dos Palmares (Edson Gomes)

. Sou Negrão (Rappin Hood)

Nenhum comentário: