domingo, 25 de outubro de 2009

2010: Língua espanhola será oferta obrigatória no Ensino Médio, mas facultativa para os alunos

Como muitos sabem, a língua dominante na América Latina é o espanhol. Esta porção do continente americano foi submetida à colonização de Exploração e compreende a faixa de terras do México, dos países das Américas Central e do Sul.

Embora, outras línguas sejam também encontradas em sua área, tanto as autóctones (nativas) quanto as introduzidas pelos colonizadores, não resta dúvida que o espanhol predomina.

Destacamos também a língua portuguesa, porque o Brasil (colonizado pelos portugueses) é o maior país da América Latina. E hoje, este conta com uma população na ordem de 191,5 milhões de habitantes.

A incorporação da língua espanhola na grade curricular do Ensino Médio vem sendo implantado gradativamente desde agosto de 2005, quando foi aprovada a Lei n° 11.161.

De acordo com a referida Lei, o seu processo de implantação deverá estar concluído no prazo de cinco anos, a partir da implantação desta Lei, ou seja, em agosto de 2010.

Observa-se, no entanto, que a obrigatoriedade é imposta às escolas públicas e privadas que ofereçam o Ensino Médio, sendo de caráter facultativo para os alunos, que poderão optar esta ou outra língua estrangeira, como por exemplo o Inglês, oferecida pela Unidade Escolar.

A legislação em vigor também estabelece, no § 2o do Artigo 10, que "é facultada a inclusão da língua espanhola nos currículos plenos do ensino fundamental de 5ª a 8ª séries". Ficando assim, a critério da Secretaria de Educação optar ou não pela oferta da língua espanhola na disciplina Língua Estrangeira.

Muitas turmas da E.M. Dilermando Cruz têm aula de espanhol, com a Profª Verônica Calafatti.

Eu sempre destaquei a língua espanhola nas aula em função do Mercosul e de suas respectivas dimensões políticas, econômicas e comerciais, que envolvem o bloco econômico. Não esquecendo, contudo, a sua importância e contribuição a nível cultural.

Além disso, temos pela frente a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016... Os próprios voluntários, prestadores de serviços, tradutores, guias de turismo, entre outros, também, poderão exercer atividades junto aos referidos eventos esportivos e ainda ganhar um dinheiro extra.

Reportando aos Jogos Pan Americanos de 2007, se todos os alunos relembram, a primeira língua falada na abertura do evento esportivo, no Maracanã, foi o espanhol, seguido pelo português e depois pelo inglês.

É a integração das três línguas mais faladas no continente americano.

4 comentários:

Tamiris Neves *--* disse...

Eu acho isso bom :D
Pois somos "vizinhos" de muitos países que tem usam o espanhol, e com os próximos eventos que teram aqui no Brasil, é ótimo que o governo tenha essa iniciativa.

Marli Vieira disse...

Tamiris,

É isso aí e, até lá, muitos estudantes poderão se aprimorar, fazendo cursos especializados e, quem sabe, atuar na área de turismo.

A inserção gradativa da língua espanhola na Grade Curricular começou em 2005. Até o próximo ano, todas os Colégios de Ensino Médio deverão oferecê-laa em seu Currículo.

Beijos

Gabriel disse...

Marli,
acho muito interessante esta iniciativa brasileira, visto que assim teremos maiores possibilidades de conhecer melhor os nossos vizinhos que falam espanhol, o que tende a fortalecer um maior intercâmbio cultural e econômico entre esses países.

Marli Vieira disse...

Gabriel, com certeza!

Como você mesmo citou... além da integração política, há de fortalecer um maior intercâmbio cultural e econômico, além do político.

Obrigada por comentar no Blog, abraços