domingo, 18 de abril de 2010

Caos no tráfego aéreo da Europa: Nuvem de cinzas vulcânicas provenientes da Islândia


Anúncio do cancelamento dos voos - Imagem capturada na Internet

O caos no tráfego aéreo da Europa está sendo considerado o maior desde os atentados de 21 de setembro de 2001, nos EUA. Só que desta vez, os responsáveis e nem o efeito dominó desencadeado se deu por conta de um ataque terrorista e nem em decorrência da globalização, respectivamente.
 
A causa da interrupção do tráfego aéreo em vários países do continente europeu foi devido a uma espessa nuvem de cinzas proveniente de atividades vulcânicas na Islândia.
O “protagonista” da vez foi o vulcão na geleira Eyjafjallajokull.
 
Anteriormente, no dia 20 de março do ano em curso, o governo já havia decretado estado de emergência na região sul da Islândia em razão da erupção do vulcão Fimmvorduhals, situado próximo à geleira de Eyjafjälla. As imagens chamaram a atenção do mundo inteiro, turistas, pesquisadores e outros, pela interação de forças antagônicas: geleira e o magma incandescente.
 
 

Imagem capturada na Internet (Fonte: Estadão)
 
Na época (março de 2010), por medidas de segurança, o governo local evacuou três cidades localizadas próximas ao vulcão, conduzindo os seus habitantes para uma escola, além de oferecer atendimento da Cruz Vermelha.
 
O tráfego rodoviário e, sobretudo, o aéreo - internacional e nacional - do aeroporto de Keflavik também foram interrompidos, temporariamente, em consequência das cinzas lançadas pelo vulcão.
 
O último registro de atividade vulcânica do Fimmvorduhals data de 1823, ou seja, há 187 anos.

Os sinais da segunda atividade vulcânica no país começaram na semana passada, no dia 14 de abril, através de pequenos tremores de terra e emissões de gás da cratera de um vulcão sob a geleira Eyjafjallajokull.
 
Enquanto a atividade vulcânica anterior diminuiu, não representando mais perigo à população local, esta segunda erupção liberou uma espessa fumaça preta e de cinzas, que se deslocou para o norte do continente europeu, avançando sobre o Mar do Norte até as costas litorâneas da Irlanda, da Grã-Bretanha, Noruega, Suécia e Dinamarca.
 

Imagem capturada na Internet (Fonte: O Estadão)
 
Em consequência disso, não só a economia de muitos países é afetada, cono o meio ambiente (poluição) e a saúde, principalmente, das pessoas já portadoras de problemas respiratórios.
 
Quando menciono economia estou me referindo à interrupção do tráfego aéreo em vários aeroportos na Europa, além do existente na Islândia.
 
Segundo as fontes utilizadas, em caso de emissões de cinzas em uma atividade vulcânica, a necessidade da suspensão dos voos se dá - primeiramente – pela baixa visibilidade que estas ocasionam, segundo, os problemas de ordem técnica (mecânica) no que diz respeito às turbinas dos aviões.
 
De acordo com as informações obtidas na reportagem do Último Segundo, as nuvens de cinzas vulcânicas em contato com as janelas e outras estruturas de aeronaves podem causar sérios danos materiais, além de oferecer um risco elevado das turbinas pararem de funcionar em pleno voo.
 
Além disso, a entrada de cinzas nas turbinas pode torná-las inutilizadas para voos futuros, o que acaba se convertendo – também – em um grande prejuízo econômico para as companhias aéreas.
 
Mesmo que elas voltem a funcionar, os seus componentes são danificados e a sua eficiência não vai ser mais a mesma, o que ocasionará um maior consumo de combustível.
 
E, segundo a referida fonte de consulta, o motor responde por 1/3 do custo de uma aeronave.

A perspectiva dos especialistas é que nesta semana, as condições do tráfego aéreo estejam melhores, sendo capaz de cessar a suspensão dos voos e retornar à normalidade.
 
A preocupação dos cientistas e do governo é que a erupção possa provocar uma nova erupção no vulcão Katla, que fica nas proximidades deste.
 
Na próxima postagem, o tema vai ser a Islândia, país insular da Europa, que conserva o antagonismo de forças dinâmicas da Terra: endógenas e exógenas. E, a partir disso, poderemos compreender mais acerca da sua dinâmica atrelada às atividades tectônicas, às erupções vulcânicas, aos gêiseres, às águas termais etc.
 
Fontes:
 
 
 

3 comentários:

Priscila Andrade (priscila@bab.la) disse...

Olá profa. Marli,
Meu nome é Priscila Andrade e faço parte da equipe bab.la (http://pt.bab.la), um website interativo com dicionários em 15 idiomas, fóruns e outros recursos linguísticos. Escrevo porque adoraríamos fazer parte do seu diretório de links. Também é possível adicionar o nosso dicionário em sua página como um aplicativo (http://pt.bab.la/tools-plugins.php), para que seus usuários pesquisam palavras em outra língua sem ter que ir para o nosso site. Gostaria de adicionar um aplicativo ou nosso link em sua página?
Se puder, visite o bab.la e me envie sugestões.

Atenciosamente,
Priscila Andrade

Anônimo disse...

Olá amigo, vim aqui para deixa o link onde estão todas as obras do Cientista Herbert Alexandre Galdino Pereira da área de Eletromagnetismo Aplicado e Aviónica. Ele é autor da Teoria do Triângulo das Bermudas, que visa explicar o que ocorre com os aviões ao entrarem nessa zona, Teoria dos Celulares e Eletricidade Estática, e Orientação aos Aviadores Brasileiros ao voarem a Serra do Cachimbo, em Mato Grosso, pois existe campo Magnético na área do Brasil (relaciona-se ao vôo 1907 e com o Tráfico Aéreo). Entre outras obras.
Deixo o Link aqui em baixo para Leitura e Downloads das Obras deles.

http://www.scribd.com/people/documents/13555060-fuma-a

Um abraço.

Anônimo disse...

vim exatamente no assunto de vulcões pois sou completamente apaixonada por esse assunto. Como é possível uma coisa tão devastadora ser causada por algo tão simples. Sempre que possível vou visitar o site. Gostei bastante dele, tem ótimas informações que eu nem sabia que existia! Além do mais, ele é muito bom para se aprimorar nesses assuntos, e melhorar os assuntos com pessoas que gostem de geografia ou acontecimentos como o tsunami no Japão.
beijos de Lohana Socêgo da turma 1804 :*