quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Atividade Dirigida: Leitura de textos contextualizados à vida escolar

                                     Imagem capturada na Internet (Fonte: Educol.net)

Como temas de reflexão, neste início de ano (e já trabalhado em outros anos), todos os alunos do II Segmento do Ensino Fundamental e do Ensino Médio vão ler dois textos. Os mesmos tratam do papel do aluno e de um aspecto que, ano após ano, tem se apresentado escasso ou falho nas relações interpessoais, seja no âmbito do espaço escolar, seja no clube, na esquina, seja em família... Que é a educação, o fato de respeitar o próximo e de se fazer respeitado.


No primeiro dia de aula da rede estadual, eu mesma presenciei alunos sem nenhum material de apoio (caneta, caderno ou uma simples folha para fazer anotações). Tive que chamar a atenção de alguns alunos da sala ao lado da minha, pois – na ausência do professor – os mesmos ficaram brincando na porta atrapalhando e tirando a atenção dos meus alunos. E era o primeiro dia de aula...

Daí, a importância de levarmos estes pontos a uma discussão coletiva. E, embora eu já tenha disponibilizado estes textos em postagens anteriores (fevereiro de 2009), estou o fazendo agora, tal como prometi aos alunos do Ensino Médio, com exceção do curso noturno, no qual a faixa etária e o grau de amadurecimento da maioria não requer tal atividade.


Texto Nº 1
BOM ALUNO


O que é um bom aluno?

Um bom aluno é um aluno que gosta da escola porque quer aprender. Gosta de ouvir os professores discorrer sobre as matérias leccionadas, gosta de conversar com os professores e com os colegas. Sabe que o tempo que passa na escola é precioso porque vai formá-lo globalmente, como cidadão deste país. Gosta de brincar, de conversar, de se divertir, mas nos momentos certos.

O bom aluno traz para a escola o material adequado a cada aula, porque vai necessitar dele para as tarefas em cada aula. O livro é necessário, o caderno também, a máquina de calcular faz falta, a esferográfica, o lápis, a borracha, etc., são indispensáveis. Quando não se traz o livro, há uma parte da matéria que se perde, há a tendência para conversar com o colega do lado, etc., etc..

O bom aluno está atento nas aulas e questiona, no momento, o professor sobre os pormenores menos claros. O bom aluno está sempre disponível para executar as tarefas necessárias, em cada aula.

O bom aluno não se recusa a ir ao quadro. Até gosta, porque mostra aos colegas que sabe e diz como se faz. Fica satisfeito e a sua auto-estima agradece!

O bom aluno não gosta de conflitos nem de confusão. Fica aborrecido e nervoso com as situações criadas por outros colegas.

O bom aluno pede ao professor problemas para resolver em casa. Às vezes é tímido para fazê-lo. Geralmente é o primeiro a concluir as tarefas pedidas na aula.

O bom aluno tenta ajudar os colegas com mais dificuldades e que lhe solicitam ajuda. O bom aluno é, certamente, uma boa ajuda para os professores, não só por ajudar alguns colegas, mas como fator de estabilização da turma.

O bom aluno é um exemplo para os colegas, mostrando como se deve fazer, colocando os colegas a refletirem sobre o seu exemplo. Porquê ser bom aluno se é mais divertido fazer o papel de mau aluno!

O bom aluno gosta de ver o seu trabalho recompensado. Ele trabalha com um objetivo definido (por ele e, geralmente também, pela família) e gosta que os professores reconheçam esse seu trabalho. Por isso, às vezes, alguns destes alunos discutem com o professor a nota que tiveram ou vão ter.

O bom aluno é pontual e assíduo. Sabe que há regras que têm de ser cumpridas e não gosta de ser advertido pelos professores. Sabe também que a avaliação do seu trabalho tem diferentes componentes, sendo a pontualidade e a assiduidade duas delas. Além disso, ele tem uma imagem a defender.

O bom aluno tem geralmente boas notas às diferentes disciplinas. Ele foi adquirindo competências transversais que lhe são muito úteis em todas as disciplinas (métodos de trabalho, organização do trabalho, atitudes e valores, etc.).

O bom aluno é organizado e metódico. Tem apontamentos bem organizados nos cadernos e com qualidade. Há alunos que não querem, ou não sabem, tirar apontamentos e não se preocupam em mantê-los organizados.

O bom aluno estuda diariamente as matérias de cada disciplina. Deste modo, na véspera dos testes já tem as matérias estudadas, basta-lhe recapitular calmamente cada assunto. Este método tem uma grande vantagem que reside no fato de o aluno aproveitar muito mais cada aula a que assiste, pois está sempre ‘em cima’ dos assuntos!

O bom aluno sabe, desde muito novo, que pode escolher uma dada profissão, pois começou muito cedo a trabalhar para ela.

Fonte: BomAluno JMatias


Texto Nº 2 

EXISTE UMA COISA DIFÍCIL DE SER ENSINADA

Martha Medeiros (texto modificado)

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais corriqueiras... Quando não há festa alguma e nem fotógrafo por perto. É uma elegância desobrigada.

É possível observá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam....

Nas pessoas que escutam mais do que falam... E quando falam, passam longe da fofoca e das pequenas maldades aumentadas no boca a boca.

É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a pessoas mais simples. Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.

É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas... É quem cumpre o que promete e ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte, antes, quem está falando e só depois manda dizer que está ou não.

Oferecer flores é sempre elegante...

É elegante fazer algo por alguém e este alguém jamais o saber...

É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao outro....

É elegante retribuir carinho e solidariedade. Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.

É elegante o silêncio diante de uma rejeição...

Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante.

Sorrir sempre é muito elegante e faz um bem danado para a alma...

Olhar nos olhos ao conversar é essencialmente elegante...

Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural pela observação, mas tentar imitá-la é improdutivo.

A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que com amigo não tem que ter estas frescuras.

Se os amigos não merecem certa cordialidade, os inimigos é que não irão desfrutá-la.

Educação enferruja por falta de uso. E detalhe: Não é frescura!

12 comentários:

NANDA disse...

ja peguei os dois texto ! e vou ler com muita calma . E bom saber como deve ser um bom aluno de verdade . ( Ananda , t:1901)

Marli Vieira de Oliveira disse...

Nanda,

É evidente que há outros aspectos a ser tratados, mas os referidos textos faz com que o aluno reflita no seu dia-a-dia no âmbito da escola e na sociedade.

Continue participando!

beijos

celso disse...

Adorei, a senhora não deve me conhecer, mas em breve conehcerá, sou aluno do Sonia Scudese. (Turma 1004)

Karolayne Barbosa disse...

Boa noite professora, já salvei os textos aqui, vou lê-los com bastante calma, vai ser ótimo aprender sobre como ser um bom aluno! Beijos. (Turma: 1901)

Milenny Moreira disse...

Oi professora,gostei muito do blog e já estou participando!!
Vou imprimir os textos e ler atentamente... Beijos s2
(Turma:1901)

Isabelle Vieira disse...

Professora, já imprimi os textos e li rapidamente aqui no blog, agora com calma vou ler com atenção aqui ! Amei o texto 2 - existe uma coisa difícil de ser ensinada; que é a elegância, por que na verdade isso vem da pessoa, esse texto me chamou bastante atenção *-* beijinhos Professora Marli. (Turma:1901)

Marli Vieira de Oliveira disse...

Celso,

Realmente, eu ainda não lhe conheço, mas fico feliz em saber que você já vou atrás do texto e gostou.

Até a próxima aula!

Marli Vieira de Oliveira disse...

Karolayne,

Há anos, eu aplico estes textos como reflexão introdutória para o ano letivo. Gosto muito de abordá-los e discutir com os alunos.

Fico feliz por saber que você está participando do Blog, endo e comentando.

Beijos

Marli Vieira de Oliveira disse...

Milenny,

Que bom! Continue mesmo, participando... Pode dar até sugestões, viu?

Beijos

Marli Vieira de Oliveira disse...

Isabelle,

Este texto do qual você se refere, eu também gosto muito. Além disso, a autora é maravilhosa. pesquise na Internet e você encontrará textos, crônicas maravilhosas dela.

Obrigada por sua visita e participação. Beijos

Lane disse...

Marli amei seu blog é sem dúvidas diferente!!!!! Muito bom mesmo.

Rita de Cassía disse...

Amo de mais seu blog por isso quero contribuir com esse material para enrriquece-lo ainda mais.




Planos de aula (Primeiro dia na escola)

Plano de aula semana da adaptação

Plano de aula semanal educação infantil


Projeto adaptação escolar educação infantil

Adaptação escolar para a educação infantil


Mural escolar para o primeiro dia

Mural para o primeiro dia de aula

Mural variado volta as aulas