domingo, 31 de julho de 2016

I Campanha da Solidariedade 2016: Entrega dos Donativos

Logotipo da Campanha da Solidariedade 
da E. M. Dilermando Cruz


Quando o sentimento de Solidariedade ascende e, é posto em prática, 
todos ganham...
Ganha quem doou, pois valores humanos elevados e altruístas são valorizados.
Ganha quem recebeu, pois foi beneficiado não só pelo bem material,
mas também por um ato de amor compartilhado.
Ganha aquele que só observou, pois pode perceber que valores humanos ainda existem, podem ser resgatados e fazer um grande bem a terceiros, 
como a ele próprio.
                                                                                                         Marli Vieira de Oliveira

O grande dia chegou e, finalmente, pudemos fazer a entrega dos donativos arrecadados entre os membros da Comunidade Escolar da E. M. Dilermando Cruz (Bonsucesso, Rio de Janeiro).

Como já comentei neste espaço, a Turma 1601 está estreando como turma responsável pela Campanha da Solidariedade, projeto este de iniciativa de um pequeno grupo de alunas, no ano de 2007. A 1601 é a terceira turma a abraçar o projeto e, pelo que pude observar até agora, eles vão corresponder às expectativas e alcançar um grande sucesso.

Seguirei com eles até o 9˚Ano...    

As duas Instituições beneficiadas por este projeto sempre foram, desde o projeto inicial, o Hospital Mário Kroeff (Penha Circular) e a Casa de Apoio à Criança com Câncer – São Vicente de Paulo (Irajá).

Embora, não tenhamos conseguido alcançar todas as metas estabelecidas, pelo menos, a da gelatina em pó atingimos e até superamos, pois angariamos 944 unidades, entre os sabores de morango, uva, framboesa, cereja e frutas vermelhas. Este ano, ganhamos apenas uma gelatina diet, que foi entregue à Casa de Apoio.

Quanto ao leite em pó, a nossa meta era alcançar 100 unidades, mas devido ao preço elevado da unidade, só conseguimos arrecadar 59, entre latas e sacos.

Foi doado, ainda, roupas de adolescente (feminina), de adulto (feminino e masculino), roupa de cama, entre outros à Casa de Apoio, pois as famílias, ao regressarem para sua cidade, levam os donativos.

A entrega dos donativos foi realizada no último dia 27 de julho (4ª feira). Infelizmente tivemos alguns problemas quanto ao número de carros e só dois foram disponibilizados, atendendo apenas 7 (sete) alunos da referida turma, responsável pela mesma.

Outro problema, a princípio, foi a desistência de um dos alunos, em cima da hora, por não estar passando bem. Não havia como convocar outro aluno e este obter a autorização do responsável em tempo hábil. Em razão disso, optei por chamar uma professora, como membro da Comunidade Escolar.

A ida às Instituições para fazer a entrega dos donativos é muito concorrida entre os alunos. A maioria torce para ser escolhido, pois não temos um meio de transporte adequado e capaz de levar a turma toda. Em razão disso, eu conto com a boa vontade dos voluntários (professores e/ou diretores, em geral) e com sorteio dos nomes dos alunos que têm autorização dos responsáveis para cumprir a respectiva tarefa.

A princípio eram três carros para fazer a entrega, os quais iriam comportar 11 alunos, mas só conseguimos contar com dois, o do meu esposo (no qual fui junto) e o da professora Sueli Vieira (minha irmã).

Eu e os alunos Ana Clara Barbosa, Nathan Alves dos Santos e Yan Vinícius, junto com o meu esposo Ivan Francisco, fomos ao Hospital Mário Kroeff, localizado na Rua Magé, n˚ 326, na Penha Circular.

No carro da prof.ª Sueli Vieira foram os alunos Gabriel de Mattos Castro, João Pedro de O. Galdino, Maria Clara Fagundes e mais a prof.ª Vera Lúcia (Matemática), no lugar do aluno Thiago Lima Freitas, o qual mencionei que não pode ir. Eles foram fazer a entrega dos donativos à Casa de Apoio à Criança com Câncer - São Vicente de Paulo, localizada na Estrada do Colégio, n˚1.185, em Irajá.

HOSPITAL MÁRIO KROEFF

 Eu, a nutricionista do hospital e um funcionário da cozinha, 
juntos com os alunos

Os alunos junto com a Sr.ª Sueli Citrangolo
(Superintendente de Captação de Recursos)

 Os alunos Ana Clara, Nathan Alves e Yan Vinícius



CASA DE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER
SÃO VICENTE DE PAULO













2 comentários:

Marianne Lima disse...

Estudo na Dilermando há 10 anos, todos os anos minha mãe compra as gelatinas para doar esse ano não foi diferente, nada melhor que doar do um pouco que você tem para alguém que precise.

Nome: Marianne de Lima
Turma: 1901

Marli Vieira de Oliveira disse...

Com certeza, Marianne! E são alunos, como você, que faz a Campanha da Solidariedade ser um sucesso! Obrigada e beijos