sexta-feira, 30 de junho de 2017

Dicas de Exposições e Passeio Cultural


Lago Frei Leandro
Imagem do meu acervo particular


Ainda no âmbito de dicas de Exposição e, principalmente, de passeio cultural, a minha sugestão é o Jardim Botânico do Rio de Janeiro. E, neste caso, pode-se aproveitar o período do Recesso Escolar tanto para apreciar as diversas espécies botânicas da Mata Atlântica e da Região Amazônica, algumas espécies animais, monumentos artísticos e arquitetônicos, quanto para visitação às Exposições no Museu do Meio Ambiente, localizado no mesmo.
 
Como o Museu do Meio Ambiente (edificação datada do final do Século XIX) se encontra situado em uma das entradas do Jardim Botânico, vou iniciar por este, onde é possível visitar as Exposições: "Rede Abrolhos: monitorando o maior complexo coralíneo do Atlântico Sul” e “Fotografias”.
 
A primeira, exposta no térreo, apresenta exemplares da fauna e da flora marinha, fotografias, com imagens aéreas e submarinas, bem como equipamentos científicos usados pelos cientistas na região de Abrolhos, localizados na costa litorânea, ao sul da Bahia e norte do Espírito Santo.
 
A região de Abrolhos constitui-se em um importante conjunto de ecossistemas marinhos e costeiros, pois possui a maior biodiversidade marinha do Atlântico Sul, além de ser a área mais extensa de recifes de coral do nosso país e o maior banco de algas calcárias do mundo, segundo fontes de pesquisa.
 

 Todas as imagens são do meu acervo particular
 




 
 



 
No andar superior, a Exposição de Fotografias faz parte de uma seleção de imagens do XVI Concurso do Jardim Botânico. Todas belíssimas! Essa Exposição, em particular, vai até o dia 14 de setembro.
 






 
Com relação à visitação ao Jardim Botânico não há palavras que possam expressar o quanto vale a pena percorrer as suas trilhas ou aleias.
 
De acordo com as orientações do Jardim Botânico, o visitante pode auto guiar nas três Trilhas Interpretativas (das Artes, Histórica e das Árvores Nobres) ou fazer uso dos folhetos informativos disponíveis, com mapa e pontos de destaques.
 
Fundado pelo Príncipe Regente, D. João (mais tarde, D. João VI), o Jardim Botânico do Rio de Janeiro completou 209 anos no dia 13 de junho. Ele possui 144 hectares, sendo aberto à visitação pública apenas 55 hectares.
 
Quanto à história do mesmo, eu já publiquei artigo a esse respeito, neste espaço. Para saber mais, clique AQUI!
 






 










 











 
 
A entrada do Museu do Meio Ambiente é franca (e gratuita) e o seu horário de funcionamento é:

- Segunda-feira, das 12h às 17h;

- Terça a domingo, das 9h às 17h.
 
O Jardim Botânico segue o mesmo horário, mas o ingresso custa R$ 15,00. 

2 comentários:

Micaela Silva disse...

legal as imagens professora eu já fui em jardim botânico!! é um lugar lindo

larissa barreto disse...

Interessante o lugar professora , eu já fui lá , é um lugar bastante lindo , lá tem várias coisas interessante pra ver , quem for lá vai gosta .

Larissa Barreto
Turma : 1003