quinta-feira, 18 de março de 2010

Mulheres no Poder


Muitos devem estar estranhando o fato de eu não estar postando nada a respeito da mulher brasileira, mas conforme mencionei antes, as atividades voltadas para o Dia Internacional da Mulher (8 de março) foram transferidas para o mês de abril, quando trataremos da mulher no Brasil (30 de abril - Dia Nacional da Mulher).

Em razão disso, a minha proposta foi de publicar matérias acerca da mulher de diversos países, neste mês de março, sob diferentes enfoques (a cultura, a opressão sofrida, biografias, as conquistas, curiosidades etc.).

Já postei sobre a Vênus Hotentote (Saartjie Baartman ou Sarah Baartman) e sobre as “mulheres-girafas”. Hoje, fugindo um pouco da história de vida de uma mulher específica ou das tradições culturais de um povo ou povos, vou tratat da mulher no poder.

Poder este, político, o qual majoritariamente continua sendo ocupado pelos homens.

Não restam dúvidas, que as mulheres vêm ampliando o seu espaço na sociedade e, principalmente, no mercado de trabalho e na política. Além de conquistarem estes postos, elas têm se posicionados de forma mais segura e incisiva perante a sua importância e papel como cidadã, portadora legítima de direitos e de deveres tal como os homens.

Antigamente, os livros do antigo primário tratavam a mulher, esposa e mãe, apenas como as “donas do lar”. Já a figura paterna era abordada como o único “chefe de família, o arrimo de família, aquele que provém o necessário ao sustento da família. Só que a sociedade evoluiu...

A mulher ingressou no mercado de trabalho não apenas por uma necessidade, como foi por ocasião da I e II Guerras Mundiais, quando tiveram que assumir o lugar dos homens convocados para o combate. Elas atuaram, principalmente, nas repartições públicas. Mas, ao passar dos anos e acompanhando a evolução da sociedade, elas almejaram – cada vez mais – conquistar um espaço no mercado de trabalho. Era uma questão de concretizar os seus ideais e lutar por uma igualdade de gênero.

Até hoje, a maioria, acumula funções, ou seja, trabalhando dentro e fora do lar. Ainda há muito a conquistar, principalmente em relação aos homens, visto os embates enfrentados pelas mulheres quanto à discriminação e o preconceito existentes, principalmente, em nossa sociedade machista.
O processo continua... Em destaque, as mulheres na política.

Continente: América



Michelle Bachelet - Imagem capturada na Wikipedia



. Verônica Michelle Bachelet Jeria

Data e local de nascimento: 29 de setembro de 1951, na capital chilena, Santiago.

Mandato: 2006-março de 2010.

Semana passada, mais precisamente no dia 11 de março, ainda sob os efeitos negativos do forte terremoto que sacudiu o país no final do mês passado, bem como a ocorrência de réplicas diárias, a então presidente do Chile – Michelle Bachelet – transferiu o cargo para o seu sucessor, Sebastian Piñera (atual presidente da República do Chile).

Michelle Bachelet assumiu a presidência do Chile no dia 11 de março de 2006. Formada em Medicina, ela teve o respeito por parte dos chefes de Estado e de Governo dos países da América do Sul, uma vez que o Chile apresenta um grande desenvolvimento econômico e social.




Cristina Kirchner - Imagem capturada na Wikipedia


. Cristina Elisabet Fernandez de Kirchner

Data e local de nascimento: 19 de fevereiro de 1953, em La Plata, Argentina.

Mandato: 2007-presente data


Ex-primeira dama da Argentina, Cristina Kirchner disputou e venceu a eleição para a Presidência, sucedendo o posto do seu marido Néstor Kirchner, em dezembro de 2007.

Formada em advocacia, tanto ela quanto o seu marido são militantes do peronismo desde a época de sua juventude. Ambos se conheceram nos corredores da Faculdade de Direito da Universidade Nacional de La Plata.


Continente: África




Ellen Sirleaf - Imagem capturada na Wikipedia



Ellen Johnson Sirleaf

Data e local de nascimento: 29 de outubro de 1938, em Monróvia, Libéria.

Mandato: 2005-presente data

Formada em Economia, Ellen Johnson Sirleaf foi a primeira mulher eleita presidente no continente africano.

Eleita em 8 de novembro de 2005, Ellen Johnson Sirleaf derrotou o seu principal adversário no pleito eleitoral, o ex-jogador de futebol George Weah.

Estudou na Universidade de Harvard (EUA). Sua experiência na vida política teve início na década de 70 (Século XX), quando foi Ministra das Finanças no governo do ex-presidente William Tolbert. Em 1985 foi candidata ao Senado, mas por criticar publicamente o regime militar do país foi condenada a 10 anos de prisão.

Libertada pouco depois de ser presa, Ellen Johnson Sirleaf foi viver no exílio até 1997, quando regressou ao país como economista do Banco Mundial e do Citibank na África.






Luísa Dias Diogo - Imagem capturada na Wikipedia


Luísa Dias Diogo

Data e local de nascimento: 11 de abril de 1958, na província de Tete, Moçambique.

Mandato: 2004-janeiro de 2010


Seu mandato como Primeira-Ministra de Moçambique (desde 2004) terminou em janeiro deste ano. Formada em Economia, Luísa Diogo foi Ministra do Plano e Finanças no período de 1999 e 2005, assumindo e acumulando a pasta de Primeira-Ministra, a partir de fevereiro de 2004, após a demissão do então Primeiro-Ministro Pascoal Mucumbi.

Em janeiro de 2005, ela e todo o Governo foram exonerados. No mês seguinte, ela foi nomeada novamente como Primeira-Ministra pelo recém-empossado Presidente Armando Guebuza.

Foi exonerada no mês de janeiro deste ano (2010) pelo Presidente reeleito, Guebuza e, enfim, substituída por Aires Ali.



Continente: Europa



Angela Merkel - Imagem capturada na Wikipedia


Angela Dorothea Merkel

Data e local de nascimento: 17 de julho de 1954, em Hamburgo, Alemanha.

Mandato: 2005-presente data

Filha de um pastor luterano, Angela Merkel foi morar na República Democrática Alemã (RDA), isto é, na Alemanha Oriental ou do Leste (socialista) junto com o seu pai, que ficou responsável por uma paróquia da cidade de Templin.

Ela demonstrou grande interesse e talento nas áreas de matemática, ciências e línguas.

Estudou Física na Universidade de Leipzig e, na mesma área, fez o curso de Doutorado. Mais tarde trabalhou como química num Instituto Científico de Berlim Oriental.

Angela Merkel viveu na Alemanha Oriental até o final dos anos 80, por ocasião da queda do Muro de Berlim (novembro de 1989).

Aos 36 anos, Angela Merkel acabou se envolvendo com a política, após o movimento crescente pela democracia na Alemanha e da queda do Muro de Berlim, em 1989. Ela conseguiu um emprego como porta-voz do Governo, na sequência das primeiras eleições democráticas.

Dois meses antes da reunificação da Alemanha, ela se juntou à União Democrata Cristã (CDU) e, depois, sob a influência do seu “padrinho”, Helmut Kohl, ocupou diversas pastas em seus mandatos, primeiro como ministra da Mulher e da Juventude e, depois, como Ministra do Ambiente.

Após firmar-se no partido, Angela Merkel tornou-se líder em 2000. Disputou as eleições de 18 de setembro de 2005. O seu partido (CDU) obteve mais votos que o Partido Social Democrata (SPD), liderado pelo chanceler Gerhard Schröder, mas não conseguiu uma maioria para formar um governo. Através de uma grande coligação entre a CDU e o SPD, tendo Angela Merkel como candidata, foi eleita a primeira chanceler – do sexo feminino – da Alemanha.

Nas eleições de 27 de setembro de 2009, ela disputou novamente e, após a formação da coligação dos partidos União Democrata Cristã (CDU), União Social-Cristã e Partido Democrático Liberal (FDP), ela saiu vencedora do pleito, sendo reeleita para o seu segundo mandato como Chanceler da Alemanha.

O seu sobrenome Merkel deriva do sobrenome de seu primeiro marido. Atualmente, eShe is married to a chemistry professor from Berlin, Joachim Sauer.la é casada com Joachim Sauer, um professor de Química de Berlim e o casal The couple do not have any children.não tem filhos.



Mary McAleese - Imagem capturada na Wikipedia



Mary Patricia McAleese

Data e local de nascimento: 27 de junho de 1951, em Belfast, Irlanda do Norte.

Mandato: 1997-presente data

Formada em Advocacia e Jornalismo, Mary McAleese se tornou a oitava e a atual presidente da República da Irlanda. Com uma popularidade muito elevada, ela foi considerada uma das responsáveis pelo “milagre econômico irlandês”.

É a primeira mulher do mundo a conseguir sua reeleição como Chefe de Estado. Ela foi eleita em 1997, sucedendo Mary Therese Winifred Robinson (1990 a 1997) e o seu segundo mandato, sem concurso, teve início em 2004.

É membro do Conselho de Mulheres Líderes Mundiais, rede internacional de ministros atuais e ex-presidentes mulheres e nobre, cuja missão é agregar o maior número de mulheres líderes, a nível mundial, com vistas a promover uma ação coletiva sobre as questões de grande relevância crítica para o sexo feminino e para o desenvolvimento justo e igualitário.




Tarja Kaarina Halonen - Imagem capturada na Wikipedia


Tarja Kaarina Halonen

Data e local de nascimento: 24 de dezembro de 1943, em Helsinque, Finlândia.

Mandato: 2000-presente data.


Décima-primeira presidente da Finlândia, Tarja Halonen foi eleita em 2000 e, reeleita para o segundo mandato em 2006, com 51,8% dos votos. Ela já tinha experiência na política, pois exerceu funções governativas, anteriores, executivos.

Ela é tida como uma exímia diplomata por ter mantido o equilíbrio nas relações com a Europa Ocidental e a Rússia.

Formada em Direito, ela se casou com o sócio advogado, Pentti Arajärvi.

A Finlândia é o segundo país europeu com maior representatividade feminina na política (o primeiro é a Suécia).


Continente: Ásia



Pratibha Patil - Imagem capturada na Wikipedia


Pratibha Patil

Data e local de nascimento: 19 de dezembro de 1934, em Nadgaon, Índia.

Mandato: 2007-presente data

13º presidente da Índia, eleita em julho de 2007, Pratibha Patil foi a primeira mulher a ser Chefe de Estado do país. Nota-se que Indira Ghandi foi Primeira-Ministra da Índia (1966-1980 e 1980-1984), mas contrariamente como ocorreu com Pratibha Patil, o seu processo não se deu por eleição direta.

Mesmo não sendo muito conhecida na vida política indiana, ela derrotou o seu adversário, o vice-presidente Bhairon Singh Shekhawat, com 66% dos votos válidos.

Anteriormente, de 2004 a 2007, Pratibha Patil foi governadora do Rajastão, o maior estado do país.



Gloria Macapagal-Arroyo - Imagem capturada na Internet (Revista Vida)


Gloria Macapagal-Arroyo

Data e local de nascimento: 05 de abril de 1947, San Juan, Filipinas.

Mandato: 2001-presente data.

Ex-professora de Economia, a 14ª e atual presidente das Filipinas chegou à presidência através da Revolução EDSA II (abreviatura em inglês de Avenida Epifanio de los Santos).

Na verdade, esta se constituia em levantes ou manifestações populares, ocorridas nas ruas, que se caracterizaram pelo descontentamento de vários setores da sociedade mediante às graves denúncias de corrupção generalizada no governo que a antecedeu (Joseph Estrada). A igreja Católica apoiava estas manifestações.

Gloria Arroyo é a segunda presidente de seu país, depois de Corazón Aquino (filha do ex-presidente Diosdado Macapagal).


--------------------------------------

Não resta dúvida que muitas outras mulheres exercem poder na política atualmente, como Hillary Cliton (atual Secretária de Estado dos EUA); Beatrix Armgard Wilhelmina (rainha dos Países Baixos); Elizabeth Alexandra Mary (a Rainha Elizabeth II, monarca e Chefe de Estado do Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte e de outras terras) e tantas outras, como também no passado.

Um fato é certo, as mulheres vêm - ao longo dos anos - sobressaindo e se posicionando mais segura em todos os setores da sociedade. Provando que não há superioridade de um gênero em detrimento ao outro, pelo contrário, ambos - tanto os homens quanto as mulheres - podem desempenhar as mesmas funções e responsabilidades em prol de si mesma (enquanto realização pessoal) e de uma coletiva maior.

Fontes:

. Revista Vida On Line

. Wikipedia

Nenhum comentário: