domingo, 19 de abril de 2009

Indígenas: Povos Pré-Industriais

Aproveitando que hoje é 19 de abril e comemoramos o Dia do Índio, vou recapitular um tópico da matéria dada para os alunos do sexto ano: A Sociedade Moderna x A Sociedade Pré-Industrial.
 
Até porque os povos indígenas são classificados como povos ou sociedades pré-industriais. E o quê seriam os povos pré-industriais?

Como muitos sabem além do homem ter evoluído, junto a ele, a técnica também se desenvolveu.
 
E sob o conceito de superioridade humana, as relações do homem com a natureza passaram a ser estabelecida numa ótica de que o homem é "Senhor Absoluto da Terra e de seus Recursos Naturais", enquanto estes tornaram-se apenas recursos econômicos, de grande valor monetário e de barganha nas relações homem x homem.


Evolução Humana
Em função disso, desde a pré-história até hoje, a exploração e apropriação da natureza pelo homem vai ser caracterizada em função, também, dos meios técnicos e científicos.

Instrumentos de pedra polida


Moto-serra


Sendo assim, vamos poder diferenciar - em função da revolução técnico-científica - os diferentes níveis alcançados pela sociedade humana, quer sejam a pré-industrial, a industrial e, atualmente, a do conhecimento.

Passamos da chamada Era Industrial para a do Conhecimento, cuja dinâmica se encontra nas interfaces da ciência, da tecnologia e da informação. E em razão dos grandes avanços tecnológicos, principalmente, em termos de tecnologia da informação (computadores, Internet etc.), a antiga Sociedade Industrial passou a ser denominada de Sociedade do Conhecimento ou Sociedade da Informação.




Tecnologia de Informação

Contudo, embora a tecnologia marque a nossa sociedade contemporânea, ainda podemos encontrar povos ou sociedades que, até hoje, utilizam técnicas rudimentares e que se caracterizam por manter uma relação "mais ou menos" harmoniosa com a natureza.
 
Em razão do seu nível técnico atraso, tradicional, estes são denominados de Povos ou Sociedades Pré-Industriais.
 
Embora, haja algumas exceções, estes grupos vivem em harmonia com a natureza, pois dependem inteiramente dela e, em razão disso, pouco a modificam.
 
Em geral, os povos pré-industriais vivem em aldeias ou povoados, distantes dos grandes centros urbanos e em contato direto com a natureza, onde caçam, pescam, plantam e coletam alimentos.
 
Além destas características, estes produzem - manualmente - suas próprias ferramentas, instrumentos e vestimentas (com algumas exceções).
 
Seus conceitos acerca da relação homem x natureza não se baseiam na superioridade humana e na condição do homem como elemento exteriorizado do meio ambiente.
 
Sua visão "sistêmica", concebe o homem como parte integrante da natureza e, consequentemente, dependente da sua conservação para garantir a sobrevivência humana e das gerações futuras.
 
Entre os povos pré-industriais que ainda encontramos na face da Terra, podemos destacar:
 
. AMÉRICA
 
- Os Esquimós, que habitam o extremo nordeste da Sibéria, as ilhas do Mar de Bering, o Alasca, o norte do Canadá, a maior parte da costa oeste e trechos da costa leste da Groenlândia;
 
- Os Indígenas, que vivem principalmente na América do Sul.









Esquimós








Indígenas brasileiros


. ÁFRICA

- Bosquímanos, habitantes do deserto do Kalahari, localizado no sul do continente africano, distribuído no território de Botswana, da Namíbia e da África do Sul;

- Pigmeus, vivem na floresta equatorial do Congo, a segunda maior floresta equatorial do mundo.
 



Bosquímanos



 



 
Pigmeus


. EUROPA

- Lapões ou Samis,vivem ao norte do continente, espalhados pela Suécia, da Noruega, da Finlândia e um trecho pequeno da Rússia. São mais modernos do que os outros povos.








Lapões ou Samis
. OCEANIA

- Papuas, vivem na porção Papua Nova-Guiné, porção leste da ilha de Nova Guiné;
 
- Aborígenes, nativos da Austrália.



Papuas
 





Aborígenes

Observações:
É sabido que muitos destes povos utilizam algum tipo de tecnologia ou adquirem determinados produtos mediante a compra no comércio das cidades, mas em geral suas culturas, tradições, hábitos e atividades econõmicas os diferem da chamada Sociedade Moderna, tentando conciliar a tradição com o moderno, sem - no entanto - deixar que a tecnologia, o consumismo e o conceito dissociativo do homem à natureza prevaleçam sobre o quê eles ainda creditam.
 
Hoje, muitas Instituições de Pesquisa e de Ensino estão estabelecendo parcerias com algumas aldeias indígenas em nosso território nacional, a fim de desenvolver projetos junto a estas comunidades.
 
Além disso, algumas aldeias já contam com o uso de computador e da Internet, como por exemplo, a dos Guarani de Bracuí, localizada no município de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Estes, inclusive, já aderiram também ao uso de fralda descartável.
 
Em outra postagem comentarei sobre as três aldeias indígenas que ainda existem em nosso estado, o Rio de Janeiro. Todas do grupo Guarani, de língua Tupi, sendo uma em Angra dos Reis (acima citada) e duas no município de Paraty. Aguardem!
 
As imagens incluídas nesta postagem foram capturadas na Internet.

Curiosidades:
 
. Apesar dos trenós puxados por cães da raça Husky Siberiano e das embarcações do tipo caiaques, os esquimós têm utilizados meios de transporte terrestre no gelo, mais modernos. Eu não lembro o nome e não encontrei nenhuma referência deste na Internet, mas tomei conhecimento através de uma reportagem do Globo Repórter sobre a Região Ártica.
 
. As crianças são muito importantes para os esquimós, pois segundo a sua cultura, estas são as reencarnações de seus antepassados

. A mulher esquimó se dedica a cozinhar e costurar, enquanto os homens saem para caçar e pescar focas e baleias. Eles aproveitam tudo dos animais caçados: carne, gordura, pele, ossos e intestinos.

. A origem da palavra esquimó (no idioma algonquiano) significa "comedor de carne crua".

. Os iglus, casas feitas com gelo, são residências temporárias para a grande maioria dos esquimós, construídas principalmente quando as expedições duram muitos dias.
 
 
 
 
. Somente os esquimós do centro do Canadá e os das ilhas ao norte deste é que os iglus servem como refúgios permanentes de inverno.
 
. Atualmente, muitos esquimós vivem nas cidades, em habitações fornecidas pelo governo e recebem ajuda financeira do mesmo.
 
. Os Aborígenes (Austrália) se encontram à beira da extinção, desde o período da colonização inglesa, representando - hoje - somente 1% da população do país.
 
. O Boomerang (esculpido na madeira) é uma invenção dos aborígenes e, embora tenha sido utilizado algumas vezes como arma, este foi criado para servir como um brinquedo para divertimento nas aldeias. O principal instrumento de caça dos aborígenes é a lança.
 
. O termo Lapão tem um sentido pejorativo, uma vez que lapp significa "trapo", nas línguas escadinavas, segundo a cultura local, os Sami eram chamados assim por causa de suas roupas típicas.
 
. Na linguagem deles, o termo “Sami” é melhor, pois significa “Ser humano” e eles também se denominam de “O Povo do Sol e do Vento”.
 
. Os Pigmeus têm estatura baixa, inferior a 1,50 metro.
 
. A mulher pigmeia, depois depois de dar à luz, pinta-se de vermelho até que a criança faça um ano de idade (vejam a ilustração acima).

Fontes de Pesquisa:
 
 
. InfoEscola
. Leve como o Vento

2 comentários:

daniel de oliveira oliveira disse...

eu quero saber sobre4 os povos da pré industrial

Pedro vitor Fernandes disse...

Agente tem que agradecer muito a Deus por nao ter nascido nessa epoca , geralmente esses povos morre de fome e eles sofrem muito.1902