quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Novas Fronteiras Agrícolas da Soja: MAPITOBA



Imagem capturada na Internet (Fonte: Vozes do Verbo) 

Ao tratarmos da questão agrária em nosso país, envolvendo a agricultura moderna, não podemos esquecer de mencionar região que vem sendo apontada como a nova fronteira agrícola do Brasil, que é a MAPITOBA (iniciais dos estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia), com destaque para o cultivo da soja e a produtividade alcançada pelo estado do Piauí.
 
Além da soja, nesta região se desenvolve as culturas de algodão e milho, entre outras.

Inicialmente, a região era conhecida como MAPITO, pois só abrangia os três primeiros estados, mas com o avanço da fronteira agrícola e a inserção de novas áreas do oeste da Bahia, a região passou a ser denominada MAPITOBA.

 
Na verdade e, como pode ser visto na imagem acima, a região engloba toda área fronteiriça entre os estados citados e que, em razão de sua expansão aumentou a degradação do cerrado, bioma que junto com a Mata Atlântica corresponde aos dois Hotspots brasileiros (vide matéria AQUI!).
 
Imagem capturada na Internet
 
Com uma extensão calculada em torno de 414 mil Km2, quase atingindo o dobro da área do estado de São Paulo, esta região é considerada por muitos produtores como “terras de ouro”, uma vez que os preços relativamente baixos mais a combinação dos fatores naturais com a agricultura moderna tem favorecido a compra e a expansão das terras cultiváveis na região, sobretudo, do agronegócio da soja.
 
A superfície plana, mais ou menos, homogênea quanto às condições climáticas, o tipo de solo e a vegetação original agregados às modernas tecnologias agrícolas proporcionou que os solos se tornassem, potencialmente, produtivos e alvo de procura por muitos migrantes, sobretudo, da região Sul do país, desde o início de sua ocupação.
 
Em contrapartida, a partir da expansão das fronteiras agrícolas para esta região, o aumento da degradação do Cerrado foi imediato e irreversível.
 
Em termos de logística, a região ainda apresenta diversos entraves devido as péssimas condições de serviços, tais como sistemas de comunicação, de transportes terrestre, entre outros.
 
De acordo com o que se tem de matéria jornalística e por outras fontes, sabe-se que entre os estados considerados na região da MAPITOBA, o Piauí é que vem apresentando destaque em termos de produtividade, tendo sido registrado - no período de 2000 a 2012 - a maior produção anual de grãos.

 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Vozes do Verbo)
 

Só para se ter uma ideia, o aumento da área plantada no Piauí de 2013 para este ano (2014) foi na ordem de 23%, passando de 1,118 milhão de hectares plantados para 1,383 milhão de hectares no ano em curso.

De acordo com os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), citados no site Agro Link, o referido estado é o 11º maior produtor agrícola do Brasil, com 2,5% na área plantada do território nacional e com uma participação de 1,9% na produção agrária do país.

A produção agrícola do Piauí cresceu 135,3% em relação ao ano passado (2013).

Fontes:

. Agro Link

. Estadão

. Vozes do Verbo
  

Um comentário:

Haroldo J. Andrade Mathias disse...

Gostaria de compartilhar dois links sobre o tema:

Origem da agricultura e sistema agrícolas 8http://vozesdoverbo.blogspot.com.br/2013/05/agropecuaria-no-brasil-e-no-mundo.html#.VBbDJpRdWSo)

E sobre a Revolução Verde e êxodo rural (http://vozesdoverbo.blogspot.com.br/2013/05/agropecuaria-no-brasil-e-no-mundo_10.html#.VBbDFJRdWSo)