sábado, 30 de abril de 2016

Neve e Temperaturas Negativas no Rio de Janeiro: Pico das Agulhas Negras


   Imagem capturada na Internet - Fonte: Diário do Vale
(Foto de Felipe Vieira)


Todo ano, quando chega esta época ano (outono) e, sobretudo, no inverno (a partir de 21 de junho), o interesse dos alunos incide na questão das temperaturas baixas e da precipitação nival (neve) em nosso país, tendo em vista as condições climáticas quentes e úmidas predominantes na maior parte do nosso território.
 
E o interesse aumenta mais ainda quando eu menciono que em nosso estado, Rio de Janeiro, já houve registro de temperaturas negativas, de geada e, até mesmo, de queda de neve. Só que não foi em nossa cidade e, muito menos, na região metropolitana. Foi em Itatiaia, mais precisamente, no Pico das Agulhas Negras, ponto culminante do nosso estado, localizado na Serra da Mantiqueira (Parque Nacional de Itatiaia), com 2.791 metros de altitude.
 
Semana passada, alguns alunos da rede municipal me perguntaram se já havia sido registrado algum episódio climático de neve e/ou de temperatura negativa no referido Parque.
 
A curiosidade se deu devido as recentes e bruscas mudanças do tempo com a chegada de uma grande e forte massa de ar polar, que ocasionou uma Frente Fria e a queda da temperatura em diversas cidades brasileiras, inclusive, na do Rio de Janeiro que, até então, enfrentava um calor excessivo. Algumas cidades registraram até recordes de frio.
 
No caso do Rio de Janeiro, o fator determinante não é a latitude, que caracteriza o frio da região Sul do Brasil. O fator climático que justifica a ocorrência de temperaturas baixas em diversos pontos de nosso estado, como no caso de Itatiaia, é a altitude, que representa a distância vertical (em metros) de um determinado local da Terra em relação ao nível do mar.
 
 Imagem capturada na Internet (Fonte: Roberto Braz SlideShare)


Boneco de neve em São Joaquim/Santa Catarina (abril de 2016) 
Imagem capturada na Internet (Fonte: G1.Globo.com)

Eu havia mencionado e explicado que em Itatiaia já houve ocorrência de precipitação nival e os alunos ficaram surpresos, assim como também acerca das temperaturas negativas registradas.
 
De acordo com o Grupo Brasil Abaixo de Zero (Grupo BAZ), o recorde histórico de frio no Parque Nacional do Itatiaia ocorreu no ano passado (2015), mais especificamente, no dia 03 de agosto, quando a temperatura chegou a - 9,6°C.
 
Todavia, eu mesma já publiquei – neste espaço – registros bem abaixo deste, inclusive com queda de neve, obtidos através de sites, artigos e reportagens de jornais, com registros fotográficos, como destaque para os ocorridos em junho de 1985 e em julho de 2010, cujas temperaturas alcançaram, respectivamente, - 13,o°C e - 10,o°C.



  Junho de 1985 (Fonte: Skyscraper City)  


Diversas fontes na Internet podem comprovar tais informações, assim como as postagens feitas, neste Blog, acerca do referido tópico envolvendo esta localidade no nosso estado. Para saber mais acerca destes episódios climáticos no Parque Nacional de Itatiaia, clique nos títulos abaixo:
 
 
 
 
 
 
Ou acesse imagens do inverno de 2015 em Itatiaia, disponibilizada no site G1, clicando AQUI!

 

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu gostaria de comentar sobre a neve caindo nas agulhas negras. Mas não me surpreendeu muito devido à altitude e latitude referente ao nível do mar e a altura. Mas eu achei interessante o boneco de neve feito por eles. Eu espero que volte a cair neve no Rio de Janeiro quem sabe não é? Nome: Edcarlos de Carvalho Soares turma 1803.