domingo, 29 de novembro de 2009

Inventário das Fazendas do Vale do Paraíba Fluminense

Fazenda São Luiz - Valença (RJ) - Instituto Cidade Vida

Os alunos do 7° Ano viram - nos Módulos de Geografia - a importância do café e suas repercussões econômicas e sociais, sobretudo, no que tange à mudança de mão de obra, após a abolição da escravatura, com a política de imigração (mão de obra assalariada/imigrantes europeus) e o acúmulo de capitais, que influenciou diretamente aos processos de industrialização e de urbanização do país, principalmente na região Sudeste.
 
Introduzido por Francisco de Melo Palheta, no século XVIII, as primeiras sementes de café foram contrabandeadas da Guiana Francesa, sendo levadas - inicialmente - ao estado do Pará e, depois, para o Vale do Paraíba Fluminense, região que abrange terras no eixo Rio de Janeiro-São Paulo, onde se tornou o principal produto de exportação do país, de 1800 a 1930 (Ciclo do Café).

Feitor observando a colheita, 1885, Coleção Particular de Christiano Júnior
Fazenda Monte Café, Sapucaia (RJ), 1885 - Coleção Gilberto Ferrez


Fazenda Cachoeira Grande, Rio das Flores - Coleção Gilberto Ferrez
 

Partida de escravos para colheita, 1885 - Coleção Gilberto Ferrez
 

Partida para colheita_1885_Coleção Gilberto Ferrez.jpg

Colheita, 1885 - Coleção Gilberto Ferrez


Colheita de Café - Coleção Gilberto Ferrez


Seu cultivo se espalhou do Vale do Paraíba (Rio de Janeiro e São Paulo), Sul de Minas e Espírito Santo. Depois, atingiu Campinas (Oeste de São Paulo) e deste para Ribeirão Preto e Araraquara. Posteriormente, o cultivo se deslocou para outras regiões, como o Norte do Paraná e o Mato Grosso.
 
Hoje, as principais áreas de cultivo se localizam nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Espírito Santo e Bahia.
 
A partir de 1816, a exportação do café começou a crescer e, na década de 1830 a 1840, o produto liderava, representando mais de 40% do total das exportações do país. Com isso, já em 1840, o Brasil tornou-se o maior produtor mundial de café.
 
As exportações continuaram a crescer, passando a representar 56% do total de exportações, na década de 1870 a 1880, aumentando progressivamente até 1930. No final do séc. XIX, este representava 65% do valor das exportações do país e, na década de 1920, chegou a representar 70%.
 
Contudo, após a queda da Bolsa de Nova York (1929), o preço internacional do café caiu, afetando a sua produção e exportação.
 
Com a decadência do café, a pecuária leiteira foi introduzida e passou a se destacar na região, levando o Vale do Paraíba a se transformar no segundo maior pólo produtor de leite do Brasil.
 
Hoje, o Brasil ainda lidera a exportação deste produto, como o maior produtor mundial de café, responsável por 30% do mercado internacional. Ocupa a segunda posição no ranking dos maiores consumidores, perdendo apenas para os EUA.
 
Em razão da sua importância histórica e sócio-econômica no país, sobretudo, no Vale do Paraíba, cujo cultivo foi capaz de modificar a paisagem, a estrutura social e, ainda, conceder poder político e prestígio à referida região, gostaria de compartilhar, neste espaço, do Inventário das Fazendas de Café do Vale do Paraíba Fluminense.
 
Este Inventário, ainda inconcluso, é resultado do trabalho e da parceria firmada entre o Instituto Cidade Viva com o Instituto Light e sob a coordenação técnica do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural.
 
Além de belas imagens quanto à arquitetura rural da época e do reconhecimento da importância do café no contexto histórico e sócio-econômico da região em questão, o Inventário das Fazendas de Café do Vale do Paraíba Fluminense disponibilizam o material produzido de cada fazenda cadastrada (download), bem como textos, Manual de Conservação Preventiva e outros.
 
Vale a pena conferir! Acesse AQUI!
 
Fontes:
 
 
 
 
. Material pessoal dos Módulos de Geografia (7° Ano)
 
 
Imagens capturadas do Inventário das Fazendas do
Vale do Paraíba Fluminense
Fazenda Boa Vista, Paraíba do Sul



Fazenda Cantagalo, Valença
 

Fazenda da Prosperidade, Barra do Piraí

Fazenda do Secretário, Vassouras


Fazenda do Sossego, Paraíba do Sul



Fazenda Mulungu Vermelho (Antiga São Francisco), Vassouras

Fazenda Pau Grande - Paty de Alferes



Fazenda S Pedro do Rochedo, Valença


Fazenda Três Saltos, Pinheiral

2 comentários:

Tamiris Neves -1801 - disse...

Vale do Paraíba, materia de história :D
O Vale do Paraíba compreendia o RJ, SP, MG e ES região onde havia maior concentração de platações de café.

ana maria disse...

Olá!
Lindíssimas as fotos! adorei!
Sabe onde eu poderia encontrar fotos de antigas familias de Sapucaia e regiao?
Obrigada, Ana