segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Geoglifos no estado do Acre: Pedido para Patrimônio da Humanidade




Geoglifo no estado do Acre - Imagem capturada no Globo Amazônia

Recentemente, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) solicitou a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) para transformar as marcas geométricas existentes no Acre, os chamados geoglifos, em Patrimônio da Humanidade.
 
Os geoglifos são vestígios arqueológicos representados por formas geométricas desenhadas no solo. A maior parte - encontrada no Acre, entre Xapuri e Boca do Acre - apresenta desenhos sob as formas de círculos e quadrados.

As linhas têm 12 m de largura e 4 m de profundidade (verdadeiras valetas). Os desenhos chegam a ultrapassar 100 m de diâmetro.
 
Até o momento já foram descobertos cerca de 200 formas geométricas, mas acredita-se que haja bem mais. Os geoglifos só podem ser observados de avião, isto é, sua real dimensão e extensão só é percebida através de observação aérea.
 
Os pesquisadores calculam que estes apresentam uma idade em torno de mil anos. Eles tomam por base a cultura material encontrada durante as escavações (cerâmicas e machados de pedra, entre outros).
 
As funções que estas desempenhavam no passado, ainda, é uma incógnita para os pesquisadores, mas estes não descartam as hipóteses destes servirem para abrigar aldeias, plantações ou até centros cerimoniais (para a realização de rituais).
 

Geoglifo no Acre - Imagem capturada na Internet

Com o avanço das frentes de expansão agrícola na Amazônia, em meados da década de 70 (Século XX), milhares de quilômetros quadrados foram transformados em pastos para criação de gado. Sem a cobertura vegetal original, as estruturas puderam ser observadas mais nitidamente, porém como já mencionei, através de sobrevôo na região.




Geoglifo no Acre - Imagem capturada na Internet

As primeiras descobertas em nosso país datam de 1977, quando o Prof. Ondemar Dias, do Instituto de Arqueologia Brasileira (IAB) do Rio de Janeiro esteve no Acre realizando um levantamento de sítios arqueológicos, como parte do inventário nacional que estava sendo realizado pelo Programa Nacional de Pesquisas Arqueológicas da Bacia Amazônia (PRONAPABA).
 
Posteriormente, outros locais com estas mesmas estruturas foram descobertos, com a participação do referido professor, entre outros especialistas da área de conhecimento e/ou áreas afins.




Geoglifos no Acre - Imagens capturadas na Internet

Os Geoglifos são encontrados em várias partes do mundo, porém os mais conhecidos e estudados estão na América do Sul, principalmente na região dos Andes no Chile, Peru e Bolívia. As linhas e os geoglifos de Nazca, no Peru, são os exemplos mais conhecidos desses desenhos.
 
As descobertas no Peru datam de 1927. Espalhadas por uma superfície de cerca de 500 km² pelo deserto de Nazca, no sul do país, as linhas de Nazca são um conjunto de gigantescos geoglifos traçados no solo. Criados pelo povo Nazca entre 300 a.C e 800 d.C, são pelo menos 70 desenhos de animais e plantas, como macacos, beija-flores ou lagartos, 800 linhas retas e 300 figuras geométricas.
 

Geoglifo sob a forma de Beija-Flor - Imagem capturada na Internet
 
Acesse AQUI e assista a Reportagem do Jornal Hoje, do dia 12/09/09, cuja matéria era "Geoglifos são descobertos no Acre".

Fontes de Consulta:
 
 

3 comentários:

Tamiris Neves *--* disse...

Estranho isso, parece ter o mesmo sentido dos desenhos dos egipcios, professora será que não foram os povos Incas, Astecas ?
Uma dúvida professora, esses desenhos são fundos ? Se uma pessoa cair ela não consegue sugir né?

Marli Vieira disse...

Tamiris, eles são verdadeiras valetas. Acredito que possam ter sido mais profundas e foram "preenchidas"/ cobertas por sedimentos ao longo do tempo. A idade presumível é que elas tenham mil anos.

Veja a reportagem do Jornal hoje que mostra in loco, ou seja, no local, as linhas e a profundidade atual delas.

Elas são bastante interessantes e intrigantes, não?

Beijos

Anônimo disse...

Gracias! Mas:
Hundreds of Geoglifos Discovered in the Amazon
http://www.jqjacobs.net/archaeology/geoglyph.html